Ao considerar o período de chuvas, problemas crônicos de longa data em relação aos alagamentos do cruzamento da Rodovia Armando Sales Oliveira com Avenida Raul Furquim, e enxurradas na Vicinal Lourenço Santin são assuntos constantes. Para saber como o município se mobiliza para providenciar esses transtornos que aumentam por falta de repasse ou problema na execução da obra, a nossa reportagem conversou com Leonardo Ornelas, diretor de Obras da Prefeitura.

A respeito da Armando Sales Oliveira com a Raul Furquim, no qual vai contemplar viaduto, são seis meses a previsão de projeto, e um ano de execução da obra, caso não houver imprevistos. Ainda não existe a previsão de quando será iniciado e concluído o recape e a pavimentação na Lourenço Santin, de acordo com Leonardo. Leia mais na Folha da Cidade

O vice-governador Rodrigo Garcia esteve pela cidade na sexta-feira (15), ocasião em que a edição de sábado (15) estava fechada. Sendo que ele assinou a autorização para concluir as obras no Hospital Regional R$ 10,6 milhões, Rodovia Armando Sales Oliveira, que contempla viaduto, no cruzamento da Raul Furquim, no qual a continuação da duplicação da SP-322, R$ 50 milhões, e Casa da Mulher, R$ 850 mil.

Em relação ao Hospital, a última fase da obra está em licitação e a perspectiva é que ainda neste ano seja firmado o contrato. Após a contratação, a conclusão do 4º e 5º andares deve ocorrer em 12 meses. Em novembro, será aberto chamamento para contratação de OSS (Organizações Sociais de Saúde) gestora da unidade. Referente a Rodovia, as obras serão feitas pelo DER (Departamento de Estradas e Rodagem). O projeto executivo será concluído no final de novembro. Leia mais na Folha da Cidade

De 31 de outubro a 6 de novembro será realizado o Campeonato Brasileiro no CT Paralímpico de São Paulo, na capital. O MSB Quad Rugby, que conta com a coordenação do Movimento Superação pede a contribuição da população para arcar com os custos relacionados a viagem, equipamentos, entre outros. 

Interessados em conhecer e ajudar o trabalho podem acessar MSB Quad Rugby Brasil no facebook ou se comunicar pelo 17-99213-1106, WhatsApp. “Precisamos de sua ajuda. Esse ano, para disputarmos o campeonato brasileiro de rugby em cadeira de rodas, fizemos uma vakinha para levantar fundos que possibilitem essa jornada. Quem sabe não nos tornamos campeões brasileiro com sua ajuda. Qualquer valor é mais que bem-vindo. Podemos contar com sua colaboração? Pode ser através da chave pix: 38999603286 em meu nome: Victor Luís Costa Caldeira ou clique no link da nossa vakinha http://vaka.me/2420334”, diz Victor.

Ele fez suas considerações finais. “Iniciei no time do Minas Quad Rugby.  Estou no MSB desde 2020, meses antes do início da pandemia. Estou residindo em Bebedouro desde Janeiro 2021. O convite para fazer parte do MSB, partiu de uma ideia entre o Rafael Gouveia, treinador do Minas da seleção brasileira, e o Vicente, um dos diretores do time para que eu viesse reforçar o time, e reestruturar a equipe junto ao time. Hoje passamos por uma nova roupagem na casa, nova diretoria, novos projetos e metas a seguir. Hoje faço parte do grupo de diretores e um dos principais atletas a frente do time Com a descoberta do rugby tive novos olhares da vida. Me devolveu amor, carinho, auto estima, orgulho, vontade imensa de viver, superar cada dia mais obstáculos que a vida vier me proporcionar. O rugby me ensinou o valor em cada minúsculos gestos, que nas pequenas coisas por menores que seja, é imensamente valoroso. O esporte é uma ou se não a maior ferramenta de inclusão que a sociedade pode ter”.

Na manhã de quarta-feira (20), compareceu na Delegacia de Plantão de Bebedouro, o desempregado A.R.V., de 46 anos, noticiando que por motivos passionais, teria acabado de assassinar sua própria esposa Márcia Silvia de Lima Viana, de 39 anos, com suas próprias mãos e mediante estrangulamento.

Diante da grave notícia, a equipe de policiais civis juntamente com uma unidade do Corpo de Bombeiros, se deslocaram até o imóvel residencial do casal, situado no Jardim Menino Deus, onde encontraram a vítima já desfalecida e com um fragmento de corda de nylon envolta ao seu pescoço, sendo prontamente atendida pela equipe socorrista e removida para o Hospital Municipal, entretanto, Márcia já chegou sem vida.

Ao retornarem à Delegacia de Plantão, os policiais civis não tiveram dúvidas e deram pronta voz de prisão a A.R.V., que na sequência foi autuado em flagrante não apenas pela prática do crime de feminicídio, mas também pela prática do crime de descumprimento de medida protetiva, já que a autoridade policial de plantão aferiu que a vítima já tinha a seu favor uma medida cautelar para que o autuado não lhe importunasse. Leia mais na Folha da Cidade

Para discutir e combater o câncer de mama entre as mulheres estão sendo intensificadas ações no município. Todas as ESF (Estratégias de Saúde da Família) vão realizar atividades de prevenção durante o “Outubro Rosa”, como aulas de dança, mutirão de exames, palestras, orientações e expansão no horário de atendimento.

A Secretaria Municipal de Saúde aderiu ao movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama, criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

As ações serão nas ESF Ramiro De Souza Lima - Residencial Furquim; José Mauro Neto, Três Marias; Gerolino José de Souza - Laranjeiras; Pedro Marinho de Mello Junior - Centenário; Salim Bonemer Filho - Souza Lima; Antônio Honório da Fonseca e Castro Neto - São Carlos; João Carlos Galhardo - União;  Moacyr Caldeira - Centro; Cambaúva - Jardim Aeroporto; Ulisses de Carvalho - Alvorada; José Caubi Campello Bessa - Rassim Dib; João Batista Paganelli - Andes; e Hugo Turcheto - Primavera. Leia mais na Folha da Cidade

Ao considerar a importância da Secretaria Municipal de Desenvolvimento para o crescimento da cidade, além da procura de empreendedores na questão de investimentos, a vereadora Ivanete Xavier (PSDB) através de requerimento questiona o secretário Antônio Francisco Armelin Gomes, a respeito do funcionamento do Prodebe (Programa de Desenvolvimento Econômico de Bebedouro). 

A vereadora afirmou que após a pandemia a situação de empresários, empresas e microempreendedor surgiu as questões da propositura de 8 de setembro desse ano, na qual o secretário respondeu em documento com data de 5 de outubro. “Perguntei muito sobre o microempreendedor, porque inclusive o projeto 108/2021, recém aprovado pelo Senado fala que o limite do faturamento anula do microempreendedor agora é R$ 130 mil. Sei de várias empresas familiares, que as vezes desenvolvendo uma atividade chegam a abrir duas, três micros para poder pagar um pouco menos de impostos. Queremos saber por parte do Executivo se tem disponibilidade, e se os pequenos também terão oportunidade, e como fazer”, observou a vereadora em Tribuna. 

Ivanete perguntou se existe um cadastro de pessoas que pretendem empreender em na cidade, mas por questões de imóveis disponíveis (terreno ou casa) aguardam contato para instalação de empresas em Bebedouro. “Hoje possuímos uma lista de 21 empresas interessadas em áreas ou barracões da municipalidade, esses preencheram uma solicitação e aguardam. Importante registrar que essas empresas na maioria já estão empreendendo em nosso município”, informou o secretário em resposta ao requerimento. Leia mais na Folha da Cidade

A Secretaria Municipal de Saúde informou que hoje haverá o Dia D da 1ª e 2ª dose para quem faltou de 12 anos ou +, sendo das 8h às 12h. E ainda confirmou a aplicação da dose adicional para os profissionais da Saúde das 11h às 17h. A vacinação ocorre hoje (16) na antiga Feccib, Jardim Casagrande, Recinto de Festas atrás do Estádio Sócrates Stamato.

Dia D será hoje (16), das 8h às 17h, no qual a atualização da carteira de vacinação vai até 29 de setembro. Os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde vão aplicar 18 tipos de vacinas do Programa Nacional de Imunização. Os pais ou responsáveis devem atualizar a carteirinha de vacina na unidade de saúde mais perto de casa. Todas as unidades de saúde de Bebedouro, Botafogo e Turvínia estarão abertas. Leia mais na Folha da Cidade

O Projeto de Lei que institui o Banco de Ração vinculado ao Departamento de Vetores e Zoonoses, o qual é responsável pelo Canil Municipal tramita na Câmara. A iniciativa é das vereadoras Mariângela Mussolini (MDB) e Eliana Merchan (DEM). 

A íntegra da proposta pode ser conferida no site da Câmara na parte de proposituras, basta digitar projeto de Lei 65/2021, que entre algumas finalidades estão proceder ao recebimento e armazenamento de produtos e gêneros alimentícios para animais de companhia, perecíveis ou não, desde que em condições de consumo e com prazos de validade adequados, provenientes de doações de estabelecimentos comerciais e industriais ligados à produção e comercialização, no atacado ou no varejo, de produtos e gêneros alimentícios destinados aos animais; doações de apreensões por órgãos da administração municipal, estadual ou federal, resguardada a aplicação das normas legais; doações de órgãos públicos ou de pessoas físicas ou jurídicas de direito privado;

doações obtidas por projetos de patrocínio; e doações provenientes de condenações judiciais; entre outras. Leia mais na Folha da Cidade 

Em abril foi aprovada na Câmara, a Lei do Banco de Cadeira de Rodas e afins, no qual constituída de materiais doados, por pessoas físicas ou jurídicas, tais como cadeira de rodas, cadeira de banho, muleta, bengala, andador, produtos ortopédicos, cama hospitalar, entre outros.

Para saber a aplicação do projeto na prática, sendo que a Lei já foi sancionada pelo prefeito Lucas Seren. Procuramos a autora do Projeto, vereadora Eliana Merchan (DEM). E também Elaine Lucas, diretora da Promoção e Assistência Social, departamento municipal responsável pela administração do Banco Municipal de Cadeira de Rodas e afins, conforme consta na Lei. E por fim, Leandro Lauriano, coordenador de Acessibilidade. 

Vale ressaltar que com essa semana completam três semanas desde o primeiro contato. A título de publicação apenas a vereadora se manifestou. Explicamos que o projeto voltou a repercutir e ser questionado sobre a funcionalidade em razão da recente Semana de Prevenção às Deficiências no município. E que a preocupação apontada, conforme a nossa reportagem foi procurada é sobre não comprometer alguma mobilidade permanente e reduzida, além de não provocar alguma eventual lesão no caso da doação de alguma cadeira, e descobrir se existe avaliação médica para saber qual a cadeira adequada para a pessoa necessitada ser contemplada.

A Folha da Cidade procurou saber quem analisa se as cadeiras e os materiais estão em condições adequadas para serem doadas e entregues; se existe alguma orientação para a pessoa contemplada ficar atenta a manutenção no sentido de conservar e deixar a cadeira apta para uso; se o município aceita doação de cadeiras que precisam fazer manutenção, e se sim, quem faz a manutenção; entre outras considerações. A falta de respostas não fica limitada para um veículo de comunicação. A falta da mesma abrange a população, principalmente quando não se tem uma providência na prática em prol das pessoas que necessitam dos materiais apontados no projeto que ao menos na teoria já é lei. Sendo assim, não atoa há quem reclame da desorganização e do desinteresse do poder público desde a elaboração, articulação e aplicação da lei em diversos assuntos. 

Eliana informou que os materiais doados estão guardados provisoriamente no Departamento Municipal de Esportes, antiga Feccib. Inclusive, a Folha da Cidade fotografou o material disponível na ocasião, no qual ilustramos nessa matéria. Importante verificar se os materiais que aparecem nessa matéria estão disponíveis ou não. Ou se outros materiais estão à disposição para doações ou não.  

A vereadora revelou que esteve na Secretaria Estadual da Pessoa com Deficiência, e pediu para a secretária Celia Leão,10 cadeiras de rodas, um parque inclusivo para crianças, e duas cadeiras de trilha, sendo que o município aguarda a chegada. “O objetivo deste projeto de lei é o de atender às necessidades básicas dos indivíduos fragilizados pela pobreza e pela exclusão social, promovendo a dignidade da pessoa humana, princípio máximo do Estado Democrático de Direito. É sabido que inúmeras pessoas carentes necessitam de cadeira de rodas e afins e não possuem condições financeiras para compra destes equipamentos, enquanto outros cidadãos que deixaram de utilizar este tipo de material não conhecem um local apropriado para se desfazer deles. Esta propositura garante o direito de cidadania às pessoas carentes e com necessidades especiais e, ainda, trata-se de um projeto de grande alcance social e sem custo aos cofres municipais”, justificou Eliana sobre o projeto. 

De acordo com a Defesa Civil de Bebedouro, 10 árvores de grande porte caíram no município na sexta-feira (1), momento em que a edição de sábado (2) estava fechada. No qual a velocidade do vento foi de 60 km/h, e chuva de 20 milímetros. 

O órgão de Segurança alertou não ficar em baixo de árvores em razão da ventania e dos raios. E junto com a Defesa Civil Estadual, segue monitorando os principais sistemas de chuva, e em caso de risco de tempestades, emitirá alerta via SMS para os números cadastrados que possam ser afetados. 

Para se cadastrar e receber os alertas emitidos pela Defesa Civil no celular, enviar um SMS com o seu CEP para o número 40199. O serviço é gratuito e visa prevenir a população para ocorrência de acidentes e desastres naturais. Leia mais na Folha da Cidade

Clima Bebedouro

FCTV Web