Até o fechamento dessa edição, três mortes por Covid foram registradas no município. Os números da Secretaria de Saúde são referentes ao boletim epidemiológico de quarta e quinta-feira, sendo que os dados estão sujeitos a mudanças diariamente.

Conforme os dados, 13.324 confirmados; 12.606 curados; 375 positivos em monitoramento; 293 óbitos confirmados em Bebedouro e 50 em outros hospitais. O boletim relatou 18 internados, sendo oito de Bebedouro; 66 suspeitos (em investigação); 

225 atendimentos no gripário; 18.320 descartados; além de 31.710 notificações (casos positivos + negativos + em investigação).

Referente aos pacientes internados em hospitais, SUS, Enfermaria do Hospital Estadual, 

quatro pacientes; SUS, UTI do Hospital Estadual, sete pacientes. UTI, outras cidades, nenhum paciente no SUS e nos Convênios. Convênios, Bebedouro, sete pacientes, sendo quatro em enfermaria e três na UTI.

Como de costume, o nosso objetivo é divulgar os fatos e as versões que temos acesso. Promover politicagem para causar pânico ou qualquer outra situação negativa está fora de cogitação. Registramos os nossos sentimentos aos familiares e amigos das vítimas do Covid, e incentivamos à vacinação e as medidas de prevenção para que o vírus não seja disseminado. 

O aumento repentino de casos vem congestionando os sistemas público e privado em todo o Brasil, e Bebedouro para acolher os pacientes com sintomas de gripe, instalou unidade do gripário no local em que funcionava o Cerest no Hospital Municipal. O Cerest funciona atualmente na Casa dos Conselhos, anel viário ao lado do Conselho Tutelar. “Ampliamos mais uma vez o gripário, aumentamos a testagem, contratamos médicos e vamos manter o vacimóvel nos bairros e a vacinação todos os dias úteis na antiga Feccib. Estamos fazendo a nossa parte e convocamos todas as pessoas a entrar mais uma vez nesta luta contra o vírus. Juntos vamos vencer”, observou o prefeito Lucas Seren.

O secretário de Educação, Hélio Souza afirmou que a construção de duas novas unidades escolares no setor norte está estimada em aproximadamente R$ 2.8 milhões com prazo de 12 meses para a conclusão.

Ainda existe a previsão de ampliação do prazo. Os recursos são do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica). “Uma a nova Zacarelli, que vai substituir a atual que fica no Tancredão, e vai ser construída no Jardim Parati. Foi iniciada em novembro. E o novo núcleo do Rochinha vai substituir a unidade 2. Ambas unidades tem capacidade de atender 150 crianças”, diz Hélio.

A Semeb (Secretaria Municipal de Educação de Bebedouro), disponibiliza um novo número telefônico para os atendimentos e busca de informações. Os interessados podem entrar em contato através do 17-3342-6175. A nova sede fica na Rua Tobias Lima, 1370, Centro, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. “Conquista importante. Prédio que estávamos era alugado, antigo e não contemplava todas necessidade que a Secretaria precisava, entre elas, acessibilidade. Vamos ter economia. O novo prédio foi muito bem conservado pelo Senac e possui toda infraestrutura adequada para que possamos desenvolver um bom trabalho”. Leia mais na Folha da Cidade

O andamento da obra da Praça Abílio Alves Marques, que fica entre as Ruas Brandão Veras, Coronel João Manoel, Marechal Deodoro da Fonseca e Duque de Caxias foi comentada pelo diretor de Obras da Prefeitura Leonardo Ornelas.

A revitalização foi iniciada em outubro de 2021. E o recurso de R$ 291 mil é da esfera federal, sendo repasse mais contrapartida. A obra está na fase de concretagem do piso, restando bancos e parte elétrica, e se não ocorrer contratempos será finalizada em até dois meses, segundo o diretor.

A Coordenadoria Municipal de Turismo assinou um convênio que contemplou os MITs (Municípios de Interesse Turístico) do Estado de São Paulo. Sendo que Bebedouro irá revitalizar a Praça Santa Paula Frassinetti, localizada ao lado da rotatória do Lago Artificial. Fique por dentro. Leia mais na Folha da Cidade

 

 

Ao levar em conta o óbito de Antonio Alves dos Santos, “Tio Toninho”, atleta, treinador e ex-presidente, além dos desafios da pandemia, a entidade está se reestruturando para retomar os trabalhos. A vice-presidente Ingrid Alves falou do assunto.

A sede não será no Santa Terezinha, bairro onde Toninho residia, e queria implantar um espaço com ênfase na parte humana, social e esportiva através de cultura, história e evangelização. Ingrid afirmou que a definição pela nova sede está em análise. “A nossa sede não será mais lá. Por ser um terreno da família. Achamos melhor ter uma outra sede nossa”, enfatizou Ingrid.   

Ela lembrou de quando esteve na Prefeitura com o presidente Felipe, e os atletas Carlos dos Santos, Dito Figueira, Judite Leite e Cezar Marega, com o Prefeito Lucas Serem, diretor de Esportes, Lucio Mauro e a vereadora Eliana Merchan para traçar os próximos passos para o atletismo na Cidade. “Pois, o maior objetivo da equipe é motivar a todos a terem qualidade de vida, abandonarem o sedentarismo. E seguir os passos e os ensinamentos que o professor Toninho deixou. Agora é questão de honra continuar seu legado, cumprir os projetos sociais que era seu maior sonho”, observou.

E ao considerar o aumento dos casos e o recesso do esporte nos treinamentos e competições, sendo que anualmente o retorno ocorre em fevereiro, a programação da ABA na parceria com o DME e quem vai suceder Toninho nas orientações não tem definição até o momento. “Em breve os treinos voltaram normalmente como era antes, só vão aguardar os casos de covid diminuir”, concluiu a vice presidente.

Adiado - A 7ª edição do Treinão Aba Cross, que seria em 6 de fevereiro, com largada e chegada em frente da antiga Feccib foi adiada em razão do aumento dos casos de Covid no município. “Na versão virtual nada muda. As inscrições de todos os atletas já inscritos serão válidas para a nova data. Agradecemos a compreensão de todos. Para mais informações entrar em contato pelo 17-98117-7725”, comunicou a entidade em nota, que ainda vai informar uma nova data.

 

Em contato com a Folha da Cidade, munícipes reclamaram da falta de leitos de UTI, além de longa espera na Enfermaria e pela internação e assinaturas de documentos no atendimento realizado no Hospital Municipal Julia Pinto Caldeira. Tanto na condição de acompanhante como paciente. 

O caso mais recente que chegou ao nosso conhecimento na terça-feira (11) foi de um munícipe, que sofreu uma queda e precisou tratar da perna. Oportunidade em que a acompanhante apontou a demora na espera pela internação, assinatura, necessidade de acompanhar o dia todo, dar banho no paciente, e efetivo insuficiente. Esclarecemos que o nosso trabalho é pautado na informação conforme o acesso que temos, e não no julgamento. Satisfeitos ou insatisfeitos com o atendimento no Hospital ou com essa publicação que tirem as suas próprias conclusões. 

A nossa reportagem procurou na terça, a OS Mahatma Gandhi, que faz a gestão da UPA, e Secretaria de Saúde, que respectivamente se manifestaram pelo gestor técnico Giovani Carvalho no início da tarde de quarta, e secretária Silvéria Lâredo no final da manhã de quinta. Sendo que as informações publicadas hoje estão sujeitas a alterações após o fechamento de edição. Leia mais na Folha da Cidade

Ao considerar que o zelo com a saúde mental é importante em qualquer época, e não apenas na Campanha Janeiro Branco no sentido de questões emocionais e psicológicas, conversamos com o psicólogo José Benedito Di Tullio.

Ele falou da necessidade de manter o bem-estar em tempos de distanciamento social. O conceito de mão estendida e não o dedo apontado, por parte de familiares e amigos estão entre as dicas do profissional. Além da mente, José Benedito sugere cuidar da saúde física. 

Em relação a campanha se pensa nesse mês por ser de renovação, novos inícios e tentativas de olhar para si próprio, segundo o psicólogo, que considerou importante a contribuição do psiquiatra quando for o caso. Ainda afirmou que saúde mental e emocional sejam tratadas com carinho e respeito pela sociedade. Leia mais na Folha da Cidade

Em live realizada na Prefeitura, o prefeito Lucas Seren afirmou no final da tarde de quinta-feira (13), que decreto com validade a partir de ontem (14) limita 400 pessoas em eventos particulares, sendo que os públicos continuam suspensos ao citar o carnaval de exemplo. 

Lucas informou que os leitos de Enfermaria na cidade estão com 100% de ocupação, e de UTI, 60%. As medidas de prevenção foram recomendadas para o vírus não ser disseminado. Em nível de íntegra, a live pode ser acessada no perfil da Prefeitura no facebook, e o decreto no site. “Um crescimento rápido dos casos de Covid. E Bebedouro apenas no dia de hoje, e o dia não terminou foram 117 casos confirmados. A Ômicron se manifesta de maneira um pouco mais branda dentre outras coisas, graças a vacina, porém, assistimos portas de hospitais lotados. E como a infecção e contaminação dessa nova variante tem sido muito rápida, o sistema de Saúde, qualquer que seja, público ou privado não suporta tamanha demanda. Apesar da dificuldade estamos contratando mais profissionais. As equipes do Hospital Municipal, Estadual e Unimed estão defasadas com profissionais afastados porque estão contaminados. E muitos médicos tem receio de trabalhar no gripário com medo de se contaminar e ficar afastado. E são profissionais liberais, e ficam sem trabalhar e não recebem. É uma dificuldade enorme contratar médicos”, observou o prefeito.

Ele disse que um novo gripário estás sendo instalado nas dependências do Cerest no Hospital Municipal, no qual inicia o trabalho hoje (15), sendo que o Cerest vai começar a funcionar temporariamente na Casa dos Conselhos, anel viário, a partir de segunda-feira (17), com o objetivo de dividir o fluxo. “Todo esforço da Prefeitura é no sentido de não precisarmos de mais restrições. Sabemos que nosso Comércio não suportaria fechar as portas novamente. Muito importante que cada um faça a sua parte. Estamos fazendo mais de 300 atendimentos por dia somente no Hospital Municipal, e em média mais de 200 testes de Covid por dia. UPA a partir de sábado (hoje) terá mais 47 novos profissionais contratados para dar conta dessa demanda. Sabemos que se os números não pararem de crescer, essa quantidade de profissionais será pouca. Contamos com a colaboração de todos”. 

 

De acordo com a GCM (Guarda Municipal), os atendimentos em 2021 foram 15.568, sendo que 1.294 resultaram em boletim de ocorrência. O comandante Lorival Padovan falou dos trabalhos.

Pelo tráfico de entorpecentes houve 29 prisões, segundo os registros da GCM. “Em patrulhamento encontramos muitos indivíduos e locais que são conhecidos pelas guarnições. Fazemos abordagem de rotina. Infelizmente muitos menores e muita gente envolvida. É um envolvimento que não leva a nada, e futuramente vai pagar um preço muito alto. Inclusive toda a família. Melhor caminho é o estudo”, diz Lourival. 

As prisões por furto foram 17. “Aumentou demais e tudo gira em torno da pandemia, e muita gente ficou desempregada. Muitos beneficiados por Plano de Governo e depois cortou. E tem muito usuário de droga, e tem que sustentar o vício. Ficam sem dinheiro e o que achar pela frente acabam furtando. Os furtos são diversificados e não tem uma coisa específica”. Leia mais na Folha da Cidade

O diretor da Garagem Municipal, Silvio Renato Barbosa comentou sobre os desafios de um dos setores mais complexos da gestão pública. Sendo que a atuação ainda abrange Cozinha Piloto, Cemitério, Velório e Casa São Camilo.

Ele agradeceu a Deus, família, ex-prefeito Fernando Galvão, funcionários e ao prefeito Lucas Seren e vice Sebastiana Tavares, e informou que dúvidas podem ser esclarecidas pelo 17-3344-5100. Ainda afirmou que críticas construtivas para a melhoria dos serviços serão sempre bem-vindas. 

A respeito da limpeza pública ele pediu a colaboração da população em prol de um município limpo e organizado, e que o poder público segue cronograma com o objetivo de organizar o trabalho. E por fim, comentou sobre o que é feito com a frota a nível manutenção, abastecimento e destinação.  Leia mais na Folha da Cidade

Ao levar em conta o aumento no atendimento no gripário, sendo 290, conforme boletim divulgado antes do fechamento dessa edição pela Secretaria Municipal de Saúde, e da reclamação na organização da vacinação na terça-feira (4) no ginásio da antiga Feccib. Além da possibilidade de alguma eventual variante ou gripe h3n2, no qual o cenário provocou preocupação em vários munícipes. 

Na rede pública e particular a estrutura foi adaptada para agilizar o atendimento no gripário e evitar aglomeração. Silvéria enfatizou que a Secretaria está satisfeita com a logística adotada no Ginásio de Esporte da antiga Feccib. Sendo que o local é amplo, dá todas as possibilidades para as pessoas manterem o distanciamento, no qual possui amplo estacionamento, lixeiras e os equipamentos necessários para uma vacinação.

Ainda informou que a Secretaria de Saúde já está preparada para vacinar crianças de 05 a 11 anos. E que já houve várias reuniões, e que no momento está em fase final a organização de toda a logística da imunização infantil. No qual as doses serão aplicadas assim que as vacinas chegarem a Bebedouro. Leia mais na Folha da Cidade

Clima Bebedouro

FCTV Web