O Saaeb Ambiental recebeu em 22 e 23 de abril, a visita dos engenheiros Alexandre Jacob e Sandra Fugita, representantes da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), para a fiscalização das obras da Estação Elevatória de Esgoto e da instalação dos macro medidores nos poços e captações.

Na quinta-feira (22), a primeira obra vistoriada foi a Estação Elevatória de Esgoto que irá transportar o esgoto doméstico até a nova Estação de Tratamento de Esgoto do Córrego Bebedouro. Durante a inspeção foi constatada que toda a parte civil da obra já foi concluída. Cabe agora ao SAAEB através da modalidade de licitação, adquirir as bombas e o gradeamento automatizado e grosseiro. Por meio dessa fiscalização o objetivo é encerrar o contrato n° 30/2011 de financiamento SINFEHIDRO BPG 93. Leia mais na Folha da Cidade

Até o fechamento dessa edição, 113 óbitos confirmados em Bebedouro e 35 em outros hospitais. Para se ter uma noção da relevância da população estar em alerta. Dia 23 foram 103 óbitos confirmados em Bebedouro e 33 em outros hospitais. Já na segunda-feira (26), 109 óbitos confirmados em Bebedouro e 34 em outros hospitais. 

O município por meio dos órgãos de Saúde e Segurança orienta para evitar aglomerações, festas clandestinas, e falta de proteção e higiene, além do cumprimento das regras do decreto vigente.

Leandro Porto Nischida, de 47 anos, com sintomas graves do novo coronavírus esperou por internação em hospital desde quinta-feira (22). Diabético e hipertenso, ele foi mantido intubado na UPA da cidade, porém, faleceu na quinta-feira (29). A exemplo de muitas famílias que sofrem com a situação, independentemente do resultado de cada caso, a mãe Maria de Assis Porto Nischida chorou ao implorar uma vaga de terapia intensiva para o filho. 

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, a sobrecarga na rede de saúde é uma realidade em diversos locais e os serviços do SUS esforçam-se para garantir assistência. A Folha da Cidade externa sentimentos aos familiares e amigos de Leandro e das demais vítimas. Leia mais na Folha da Cidade

Assim como Bebedouro, no qual faz 137 anos, a Folha da Cidade completa mais um ano de vida na segunda-feira (3), sendo 19 anos. Além da nossa equipe, parabenizamos e agradecemos colaboradores, colunistas, assinantes, anunciantes, fontes pesquisadas e entrevistadas e leitores, e ainda desejamos saúde e sucesso para a cidade e seus habitantes. 

João Negrini, responsável e Relações Públicas da Folha da Cidade falou sobre a revitalização na empresa. Prefeito Lucas Seren parabenizou o município e a Folha da Cidade, e incentivou a população na obediência as medidas preventivas contra o novo coronavírus, e reconheceu a vacinação como esperança para que a guerra contra a pandemia seja vencida.

A Folha da Cidade estuda melhorias em site, transmissão e aplicativo, além da tecnologia QR Code. Leia mais na Folha da Cidade

A Rede Tonin contará com uma unidade em Bebedouro. Luiz Antonio Tonin, presidente esteve no município na quinta-feira (29), e informou que a loja deve contar com aproximadamente 5 mil metros quadrados de área de construção, sendo em torno de 3 mil o salão de vendas, na Rua Barretos, Jardim Talarico.  

O prefeito Lucas Seren explanou sobre a vinda da Loja no município. “Essa história com o Tonin começou na gestão do prefeito Fernando Galvão quando eu era secretário de Desenvolvimento Econômico. Houve a troca de governo e tive a honra de dar continuidade a essa negociação. A empresa já estava estudando Bebedouro há muito tempo. Fizemos um decreto de permissão de uso. Está próximo da rodovia para ter visibilidade, e isso partiu da empresa. Isso traz maior urgência na abertura da passagem da Rua Barretos para o setor norte sem dúvida nenhuma, e traz um grande desenvolvimento para aquela região”, concluiu Lucas. Leia mais na Folha da Cidade

 

Praticante do Atletismo há 5 anos, Antonio Tadeu Machado da Silva, mais conhecido como “Toninho Silva” falou do seu interesse, participações, benefícios e treinamentos em relação a modalidade.

O locutor de rádio afirmou que o Atletismo surgiu em sua trajetória por iniciativa própria, e contando com incentivo do filho Breitner que já praticava na época. Interessados em patrocinar e formalizar parcerias podem entrar em contato com ele no Instagram @toninholocutor. 

Antes da pandemia, junto com os amigos da ABA (Associação Bebedourense de Atletismo) que tem a frente o professor e atleta Toninho dos Santos, Toninho Silva participou de todas as provas da região, sendo que a mais longa foi a Meia Maratona de Franca, 21 km. Atualmente mantém os protocolos de segurança sem seus treinamentos semanais. Leia mais na Folha da Cidade

Na terça-feira, (27), o Senado aprovou projeto que torna obrigatória a vacinação diária, inclusive aos finais de semana e feriados, como medida excepcional para o controle de surtos, epidemias e pandemias até que as metas do plano de imunização sejam atingidas.

O projeto apresentado pelo senador Chico Rodrigues (DEM-RR), que tem como relatora a senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE) segue para ser analisado pela Câmara dos Deputados. Favoráveis ao projeto torcem para que os trâmites sejam definidos o quanto antes no sentido de aprovação do presidente Jair Bolsonaro, além da vacinação em massa. Contrários a proposta justificam a necessidade de organizar horários e salários dos profissionais da Saúde, e que se a Lei for aplicada, a mesma deveria ter sido praticada faz tempo no sentido de as mortes não ficarem próximas a 400 mil como atualmente. Outra desconfiança é a disponibilização de vacinas, na qual está acabando em vários lugares como também a falta de insumos. 

Estado - Na quarta-feira (28), foi iniciada a produção de 18 milhões de doses da vacina Butanvac, integralmente fabricada no Brasil pelo Instituto Butantan. As doses estarão prontas para uso já na primeira quinzena de junho, após conclusão do processo de aprovação na Anvisa. “A tecnologia adotada para obter o insumo que compõe o imunizante é a mesma da vacina contra a gripe, a Influenza. O procedimento consiste no cultivo de cepas em ovos de galinha, que gera doses de vacinas inativadas, feitas com fragmentos de vírus mortos.

Além disso, o instituto já enviou à Anvisa o protocolo de estudo clínico da Butanvac. Assim que autorizados, começarão os estudos de fase 1 e 2 em humanos, com 1,8 mil voluntários e posterior a fase 3, com maior escala de participantes que deverá incluir 9 mil pessoas”, observou a Secretaria Estadual de Saúde. 

Parte da população favorável a medida alega que a vinda de mais uma opção pode proporcionar a vacinação em massa. Outra parte analisa com desconfiança por não ter certeza da eficiência dos testes. 

Vacina vencida - Em Bebedouro houve a repercussão de vacina vencida. Em nota, o município por meio da Secretaria de Saúde através da Vigilância Epidemiológica afirmou que não foi aplicada vacina vencida. Na qual esclareceu que foram aplicadas 1.050 doses da AstraZeneca no dia 01 de março. A validade do lote 4120Z001 era de 29 de março. 

As 40 doses em questão também foram aplicadas no dia 01 de março, mas foram inseridas no sistema Vacivida com a data errada (6/04). O erro de digitação já foi corrigido.

A Prefeitura informou que buscou o comprovante de vacinação na residência dos 40 pacientes para avaliar caso a caso. Esclareceu, ainda, que todas as vacinas foram aplicadas dentro do prazo de validade. 

Calendário - Até o término dessa edição não foi divulgado o cronograma da semana que vem. A Secretaria Municipal de Saúde ressaltou que apenas publica data, hora e local, de acordo com as doses e idades somente após a chegada das vacinas no município, conforme já mencionamos em outras divulgações. Há duas semanas, as aplicações vem sendo feitas na antiga Feccib, Jardim Casagrande, no galpão de Festas atrás do Estádio Sócrates Stamato. 

Gripe - A secretária de Saúde, Silvéria Laredo, enfatizou a importância da prevenção. “H1N1 e gripes severas também matam. O cenário fica mais preocupante durante uma pandemia tão grave como a do novo coronavírus. Não podemos ter duas epidemias ao mesmo tempo, deixar nossos pacientes mais vulneráveis para reagir a Covid-19 ou, ainda, ter uma população gripada lotando os hospitais. Agora é momento para ficar em casa, vacinar e diminuir o contágio do coronavírus”.

A etapa atual vai até o próximo dia 10, e abrange crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da Saúde.   

O Ministério da Saúde recomenda um intervalo de 14 dias entre as duas aplicações. “É importante um intervalo entre a vacina contra a Covid-19 e a da gripe, para a produção adequada de anticorpos. A da gripe está disponível nas unidades de saúde e a da Covid-19 na antiga Feccib”, esclarece Silvéria.  

 

Falta de doses da Coronavac na segunda-feira (19), conforme apontamos nessa matéria, e anotações de datas previstas em ficha de quem tomou a primeira dose, sem a certeza da chegada da segunda dose com antecedência viável em alguns casos, no qual provoca o receio de outras idades irem até o local de vacinação e ficar sem a dose, a exemplo do que aconteceu no Sambódromo, além da indignação, desconfianças e dúvidas passaram a tomar conta de alguns munícipes nessa semana.

Reclamações chegaram a Folha da Cidade. Entre elas, o município não justificar de forma mais detalhada sobre a ausência de algumas doses, e o porquê das doses não terem chegado. A secretária de Saúde, Silvéria Larêdo enfatizou que o município somente divulga data, hora e local quando as doses chegam na cidade. Considerando que a diminuição das faixas etárias aumenta o público, há quem desconfie que possa faltar a primeira dose. Outro descontentamento é a falta de informação detalhada da quantidade de vacinas de ambas as doses, de acordo com cada idade. 

Em diversas oportunidades o município alegou que segue as diretrizes estabelecidas pelo Governo Estadual. Uma leitora de 68 anos que não quis se identificar falou que está agendada a segunda dose da Coronavac para a próxima terça-feira (27). A secretária disse a nossa reportagem na manhã de ontem (23) que a vacina não havia chegado até o momento, e que deveria chegar na segunda-feira. Leia mais na Folha da Cidade

 

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, o vírus da gripe, que segue até 9 de julho, das 8h às 17h, em todas as Unidades de Saúde de Bebedouro está com baixa adesão na cidade, de acordo com a secretária de Saúde, Silvéria Larêdo.  

O Ministério da Saúde recomenda que a vacina contra o novo coronavírus seja aplicada primeiro, e após 15 dias ou mais, a da gripe. “Iniciamos a Campanha de Vacinação. Estamos vacinando gestantes, puérperas que é a mulher que deu à luz, e às crianças. Vamos somente em meados de maio, começar a vacinação com idosos para dá o tempo do período que já tomou a de Covid-19. Por enquanto a campanha está muito devagar. Está tendo pouca adesão. Vacinamos no outono para essas pessoas estarem protegidas no inverno. Procurem os Postos de Saúde para tomarem a vacina de gripe”, comentou Silvéria, sendo que nos distritos de Botafogo, Andes e Turvínia a aplicação das duas vacinas acontece nas Unidades de saúde, evitando o deslocamento para Bebedouro.  

A Folha da Cidade soube que uma criança foi vacinar na sexta-feira (16), e tinha acabado. “Não está faltando vacina de gripe, o que pode acontecer é acabar em uma unidade e a Vigilância (Epidemiológica) distribuir no dia seguinte”. 

O Estado de São Paulo relatou que devido a Covid 19, salas de vacinação deverão manter organização do ambiente e evitar aglomerações, com distanciamento entre mesas e profissionais e pacientes, além da disponibilização de álcool para higienização das mãos. “A aplicação da vacina contra a gripe deve ocorrer em sala distinta da reservada para imunização contra Covid-19. Os profissionais estão orientados a fazer triagem com identificação de paciente com sintomas respiratórios, como tosse, coriza e falta de ar. Os que apresentarem apenas tosse ou coriza poderão receber a vacina, com a orientação para procurar um serviço de saúde. A mesma recomendação será dada aos que apresentarem febre ou mau estado geral, e neste caso a aplicação da vacina precisará ser reprogramada até a recuperação do quadro clínico. Seguindo a legislação, deverão ser priorizados nas salas vacinais os idosos com mais de 80 anos” informou o Estado.

Na sexta-feira (16), ocasião em que a edição de sábado (17) estava fechada. A  GCM (Guarda Civil Municipal) foi informada de que pela área central da cidade havia sido avistada uma onça parda.

De imediato as equipes foram acionadas e com apoio do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, o animal foi localizado pela Rua Nossa Senhora de Fátima em uma chácara particular próxima a Chácara Furquim. As equipes passaram a monitorar o animal até a chegada das equipes especializadas da cidade de Barretos e Jaboticabal, onde após várias tentativas foi logrado êxito na captura. O animal foi devolvido ao seu habitat em meio a mata nativa”, relatou a GCM.

Durante a ocorrência foram interditadas, Rua Nossa Senhora de Fátima, do Colégio Anjo da Guarda até o Sambódromo, e Avenidas Sérgio Sessa Stamato, e Hércules Pereira Hortal, da Praça Beata Paula Frassinetti sentido Sambódromo. “Ocorrência começou por volta das 5h30, e o término 21h, que foi a soltura dela em habitat natural. Essa onça percorreu várias ruas do centro da cidade. E ficou acuada em uma chácara onde reside uma família. O acesso é difícil para pegar ela por motivo de várias árvores e camuflagem. Fica difícil avistar. Graças a Deus conseguimos localizar. Estava em uma árvore muito alta. Disparo foi dado e como ela estava estressada, o tranquilizante não teve o seu efeito. Em outro disparo, onde era em torno das 18h, ela adormeceu e a captura foi feita. Depois de capturada os exames foram feitos.”, disse o coordenador e diretor operacional da Defesa Civil de Bebedouro, Luiz Antonio Luciano da Silva.

Referente a fake news da onça morta durante o andamento da ocorrência. “Relatos de gente que não tem nada o que fazer. Dizendo que tínhamos maltratado e matado a onça. Não foi nada disso. As pessoas que entendem nosso trabalho viram que não tinha nada a ver. Temos filmagem da captura e soltura. Muitos vizinhos ou curiosos, viram quando ela saiu da chácara dentro da jaula. Estava viva e acordada. Infelizmente na cidade é homem com ciúme e inveja de homem. É o que mais tem aqui. Graças a Deus, a onça e nem ninguém se machucou”, lamentou Luciano. 

Em razão de promover a sensação de segurança como também a economia dos recursos públicos em caso de furtos e vandalismo, principalmente no período noturno e na madrugada. A antiga Feccib localizada no Jardim Casagrande, vai contar com turno da GCM (Guarda Civil Municipal). A previsão é iniciar o trabalho na segunda-feira (26)

A sala que está sendo preparada para acomodar a GCM vai ficar ao lado da entrada da administração do DME (Departamento Municipal de Esportes). O diretor de Esportes, Lucio Mauro dos Santos e o comandante da GCM, Lorival Padovan fizeram reunião para alinhar a situação, na qual contou com autorização do prefeito Lucas Seren para instalar um ponto. 

Lorival afirmou que a presença do agente de segurança inibe a presença de frequentadores mau intencionado. Leia mais na Folha da Cidade

FCTV Web

Clima Bebedouro