Adequação da Jornada Municipal docente foi aprovada segunda-feira, por 6 votos a 4. Foram favoráveis ao projeto os vereadores Edgar Cheli (PSDB), Vagner Castro (PSB), João Vitor (Cidadania), Eliana Merchan (DEM), Mariangela Mussolini e Gilberto Viana, ambos MDB. 

A íntegra do projeto pode ser conferida no site da Câmara. Foram contrários, Ivanete Xavier (PSDB), Tchelão (PDT), Chanel, e Paulo Bianchini, ambos Solidariedade. O presidente da casa, vereador Jorge (DEM), só vota em caso de desempate. Edgar justificou a importância da aprovação do projeto. “Projeto muito bem feito, que faz justiça ao magistério. Trazendo igualdade a todos os professores. Com essa igualdade, a partir de agora podem lutar junto para as alterações finais da lei 4.072/2009, que é um desejo de toda a categoria. Por isso que meu voto foi favorável”, diz Edgar. Leia mais na Folha da Cidade 

Projeto de Lei enviado pela Prefeitura através do prefeito Lucas Seren, sendo uma proposta do vereador Gilberto Viana (MDB). No qual institua no âmbito da Guarda Civil Municipal, ações de proteções às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, bem como a seus dependentes, nos termos da Lei Federal 11.340/06, Lei Maria da Penha, a “Patrulha Maria da Penha” foi aprovado segunda-feira (16) na Câmara.

Assim que o prefeito sancionar, o projeto será implantando. Durante a sessão usou a Tribuna, a subcomandante da GCM de Bebedouro, Simone Rodrigues. “A Constituição Federal em seu artigo 144, que fala sobre Segurança Pública em seu parágrafo 8°, onde fala da criação das Guardas Civis Municipais. Em 8 de agosto de 2014 foi criada a Lei 13.022, onde especifica o trabalho das Guardas Civis Municipais no artigo 3°, que são os princípios das atuações das Guardas Civis Municipais no inciso 2° fala da preservação a vida, redução do sofrimento, e diminuição de perdas. Em seu inciso 4° do compromisso com a evolução social da nossa comunidade. E no artigo 5° no inciso 4° fala de colaborar de forma integrada com os órgãos de segurança pública em ações conjuntas que contribuam para a paz social. Então baseando-se nisso e nas elevadas estatísticas que temos na nossa cidade, nas medidas protetivas expedidas pelo Poder Judiciário foi feita uma reunião com os principais órgãos de Bebedouro, onde foi impulsionada a ideia da criação do programa Patrulha Maria da Penha”, recordou Simone. Leia mais na Folha da Cidade

Foram iniciadas as obras de construção do velório no novo Cemitério Regional Parque das Palmeiras de Bebedouro. Localizada na Avenida Governador Paulo Egydio Martins, 2021, no Jardim Alvorada, a construção prevê a instalação de quatro salas de velórios simultâneos, capela e quatro salas de espera que servirão de apoio aos presentes antes e durante o velório. A estrutura ainda prevê lanchonete e floricultura para maior comodidade. Todos os banheiros possuirão adaptação para cadeirantes, e acompanhando a atualidade, contará também com banheiro destinado a pessoas de gêneros diversos. Toda esta infraestrutura visa garantir conforto, segurança e comodidade aos visitantes, com previsão de funcionamento a partir de janeiro. Para mais informações entre em contato pelo telefone/whatsapp: (17) 99657-6124 e também pelas redes sociais: Facebook: @Parque dasPuedasPalmeiras_ ou pelo website www.par quebebe douro.com.br

Desde que surgiu a pandemia, o MMFDH (Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, em parceria com o CNM (Conselho Nacional dos Municípios), divulgou uma carta de recomendações aos prefeitos e gestores municipais sobre o funcionamento dos conselhos tutelares de todo o país.

O objetivo foi esclarecer o posicionamento da SNDCA (Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente) acerca do trabalho desenvolvido por esses órgãos em todo o território nacional nesse momento de calamidade pública.

Abuso de vulnerável, sendo que em 2020, chegou ao conhecimento do Conselho Tutelar aproximadamente 100 casos. Negligência em relação ao acompanhamento educacional em sistema on-line, chegando em muitos casos ao abandono intelectual. Assim como comportamento/disciplina estão entre os principais atendimentos desde que surgiu a pandemia. No ano passado houve 3.270 denúncias, e no 1° semestre de 2021, 800 denúncias, além das orientações de acordo com a particularidade de cada caso.

O atendimento é das 8h às 18h de segunda a sexta-feira. Telefones 3343-3380 e 3343-3412, ambos 17. A partir das 18h, finais de semana e feriados, os atendimentos são realizados, por conselheiros de plantão. Leia mais na Folha da Cidade

Em razão da pandemia ficou inviável a realização de eventos presenciais na causa da pessoa com deficiência. Inclusive, hoje (14) é o Dia Municipal de Luta das Pessoas com Deficiência. Ocasião em que conversamos com Onivaldo Cunha, presidente do Condef, Conselho dos Deficientes de Bebedouro, e Leandro Lauriano, coordenador da Coordenadoria Executiva de Acessibilidade.

Cunha afirmou que atualmente, o Condef possui em seu cronograma uma série de eventos que deveriam ser realizados. “Em virtude da pandemia que assola o país e que na qual tivemos restrições que estão sendo liberadas nesse 2º semestre de 2021 tivemos que rever a programação desses eventos, na data de hoje 14/08 deveríamos estar promovendo o Dia Municipal de Luta das Pessoas com Deficiência, mas pelos motivos expostos não houve tempo hábil para organizar um evento para esta data”, comentou o presidente. Leia mais na Folha da Cidade

Conforme a permissão do decreto atual, modalidades para as pessoas com deficiência retornaram. Ocasião em que apenas o basquete voltou com os treinos na Etec aos sábados das 8h às 11h.

Onivaldo Cunha, atleta do Instituto Estrela no time de basquete falou do assunto. “Com a liberação das restrições do Covid-19 estamos nos organizando visando o retorno nos treinamentos da natação e atletismo. O basquete já retornou suas atividades em virtude de sua estrutura e parceria com a Escola ETEC “Idio Zucci. Com o retorno das atividades do basquete, inclusive das equipes regionais, já estamos nos reunindo com os diretores dessas equipes visando promover algum torneio ou jogos amistosos para este ano. Convidamos a população a estar nos visitando e participando de nossos treinamentos, inclusive jogando basquete e sentindo como é estar em uma cadeira de rodas”. Leia mais na Folha da Cidade

Na quinta-feira (12), a PM foi acionada para atendimento de ocorrência de agressão com faca. O fato vitimou Ricardo Bessa Carnassa, 42 anos. Ao deslocar até o local dos fatos na residência localizada pela Rua Brandão Veras, a equipe se deparou com a Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros pela Avenida Pedro Paschoal defronte ao Terminal Rodoviário, onde estavam realizando o socorro da vítima, que foi trazido pelo seu vizinho Márcio, que encontrou os bombeiros e pediu socorro. Leia mais na Folha da Cidade

 

Apesar da divulgação com antecedência das vacinas que ocorreram nessa semana. O ritmo em comparações há algumas cidades do estado continua sendo alvo de reclamação para muitos munícipes que acompanham o ranking estadual, e entendem que poderia ser mais ágil em Bebedouro.

Conforme informações do Estado, no Ranking da vacinação no Estado, Bebedouro ocupa o 323° lugar, Barretos, 107°; Altair, 612°; Cajobi, 517°; e Colina, 302°. Bebedouro na semana passada chegou a ocupar a 276ª posição. 

Também no Estado, Ranking de aplicação das doses distribuídas, Bebedouro, 465°; Barretos, 504°; Altair, 530°; Cajobi 582°; e Colina, 355°. Na semana passada, Bebedouro estava na 524ª posição. Até o fechamento dessa não foi divulgado o calendário da semana que entra. Confira a projeção do Estado para outros públicos. Leia mais na Folha da Cidade

Durante a pandemia da Covid-19, pacientes acabaram não comparecendo em consultórios e emergências, o que pode acarretar muitos riscos no agravamento das doenças cardiovasculares e até mesmo levar a quadros irreversíveis, segundo afirmou a cardiologista Cristiane Giglio de Carvalho.

A especialista em Clínica Medica e Cardiologia Clínica, afirmou que a cardiopatia pode agravar a Covid. E falou como fica o coração após a infecção. A médica pediu cuidado com as notícias falsas ao considerar a saúde como um assunto sério, sendo necessário verificar a procedência da fonte, e procurar ajuda de um profissional adequado. Enfatizou que quem tem uma doença crônica pode viver com qualidade de vida e evitar que a doença de base se complique, no qual é necessário contar com o acompanhamento médico, no sentido de decidir o ajuste ou suspensão no uso de medicações. Ao entender que mesmo em tempos de pandemia, manter o acompanhamento médico é uma atitude de amor à saúde e respeito ao corpo.

Ainda lembrou que as doenças cardiovasculares são alterações que atingem o coração e os vasos sanguíneos. Ao representar uma das maiores causas de mortes em todo o mundo. E que na maioria das vezes se dá em razão de hábitos de vida não saudáveis como tabagismo, estresse, má alimentação e falta de exercícios físicos. Leia mais na Folha da Cidade

 

Segundo o Governo Estadual, a vacinação de adolescentes que seria iniciada em 23 de agosto foi antecipada para o dia 18. Além da divergência entre Estado e Federação, o que pode comprometer o atraso da distribuição. Outro motivo de desconfiança em parte da população de Bebedouro é o atraso no ranking, no qual considera-se o ritmo lento em comparação a outros municípios e a própria falta de plantão em feriados e finais de semana.

No calendário atual consta, 18 a 29 de agosto, serão vacinados adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades, deficiências, gestantes e puérperas; 30 de agosto a 5 de setembro serão vacinados os adolescentes de 15 a 17 anos; Dia 6 a 12 de setembro serão imunizados os adolescentes de 12 a 14 anos. 

81% da população adulta já recebeu ao menos uma dose no Estado de São Paulo, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde. Até o momento está apenas confirmada a 2ª dose em Bebedouro para quem tem 60 anos, 8h às 12h, e 36 anos das 16h às 20h. Ambos na segunda-feira (9) na Antiga Feccib.

A Secretaria Municipal de Saúde apenas divulga data, hora e idade, assim que tem a garantia da chegada da vacina no município. Ou seja, até o fechamento dessa edição não foi divulgada a idade de quem vai ser imunizado pela primeira vez. “Toda a população adulta de SP estará vacinada com pelo menos uma dose até o dia 16 de agosto”, informou a Secretaria Estadual de Saúde.

O cadastro para evitar filas. Dá para fazer pelo site www.vacinaja.sp.gov.br ou WhatsApp, 11-95220-2923. Segundo a projeção do Estado, 25 a 27 anos; em dias distintos devem ser imunizadas pela primeira vez. “A 1ª dose não garante proteção contra a Covid-19. É imprescindível completar com a 2ª dose, não importa qual seja a idade ou o laboratório”, concluiu Silvéria Laredo, secretária municipal de Saúde.

Dados - Esclarecemos que entre o andamento e término da edição até e a chegada dos exemplares nas bancas, os dados mudam em virtude da atualização diária. Bebedouro faz parte da DRS (Departamento Regional de Saúde) 5, Barretos. Além dessas duas cidades, as demais que compõem são Altair, Cajobi, Colina, Colômbia, Guaíra, Guaraci, Monte Azul Paulista, Jaborandi, Olímpia, Severínia, Taiaçu, Taiúva, Taquaral, Terra Roxa, Viradouro e Vista Alegre do Alto.

Números atualizados até 18h de quinta-feira. Além de Bebedouro e Barretos, selecionamos mais três cidades. Interessados em conferir os dados, e tirar as suas próprias conclusões. Acessar www.vacinaja.sp.gov.br, clicar em Acompanhe a vacinação por município.

Ranking da vacinação (Estado)

Bebedouro = 276°

Barretos = 87°

Guaíra = 310°

Olímpia = 129°

Jaborandi = 407°

Ranking de aplicação das doses distribuídas (Estado)

Bebedouro = 524°

Barretos = 460°

Guaíra = 401°

Olímpia = 152°

Jaborandi = 169°

FCTV Web

Clima Bebedouro
Block [footer] not found!