Será realizado às 11h de hoje (22), na escadaria em frente à Estação Ferroviária, movimentações populares reivindicando melhor atendimento por parte do poder público local e fim da corrupção nacional.

Esse movimento começou a ganhar força em Bebedouro desde segunda-feira (17) e terça-feira (18), com manifestações populares organizadas por um grupo de jovens, buscando melhor atendimento por parte do poder público municipal e melhorias no atendimento à população brasileira.

Segundo o porta-voz do movimento que teve origem nas redes sociais, Erick Martins, a ideia da mobilização é fortalecer o manifesto iniciado em São Paulo, contra o aumento das tarifas dos ônibus, evoluindo devido aos demais problemas existentes, agravado pela violência empregada pelos policiais militares da capital e apoiado pelo governador do Estado de São Paulo.

A manifestação de indignação conta também com o apoio de professores, que na juventude também tiveram contato direto com esses movimentos populares, em prol de causas reformadoras.

Os vereadores aprovaram o projeto que permite ao município celebrar, com a Agência de Fomento do Estado de São Paulo, operações de crédito no valor de R$ 7.270.203,09, que serão utilizados para urbanização, recuperação e revitalização do Distrito Industrial II.

Com o investimento, estão previstos 2.000 novos empregos diretos e 5.000 indiretos, além de beneficiar a população ao redor do local. Hoje apenas 14 lotes são utilizados pelas empresas, mas com a revitalização do bairro, a previsão é que os 108 lotes disponíveis sejam ocupados.

Criado em 1987, o Distrito Industrial II não recebeu a infraestrutura devida. Com o montante disponível, será expandida a rede pública de água potável, além de construir galerias pluviais e rede pública de coleta de esgoto. A revitalização também inclui a pavimentação asfáltica e a sinalização viária horizontal.

Ainda visando à qualidade na infraestrutura, o diretor regional do DER-SP, Marco Aurélio Macedo Pereira, visitou a cidade na terça-feira (18).

Além da reclamação da população, seis indicações tiveram o objetivo de pedir providências para o poder público no sentido de oferecer um solo mais digno para a circulação de pedestres e condutores em Bebedouro e distrito de Botafogo.

Locais como jd. Progresso, Vila Sanderson, distrito de Botafogo, centro, zona Sul e Norte de Bebedouro foram explanados em indicações realizadas pelos parlamentares Nasser (PV), Freitas (PT), Tiago (PCdoB), Paulo Bola (PTB) e Sebastiana Camargo (DEM).

As proposituras também têm o teor de evitar prejuízos físicos, financeiros e materiais para condutores, passageiros, pedestres, residências, veículos e áreas comerciais. Outra preocupação é em relação ao acúmulo de água em buracos, que podem proporcionar o aumento de casos de dengue.

Duas indicações do vereador Nasser (PV) sugerem providências do poder público em relação a dois problemas estruturais que ficam na rua Lucas Evangelista, nas proximidades entre o Velório e Cemitério Municipal.

A primeira propositura pede ao prefeito que determine a execução dos serviços para conter a erosão no talude adjacente à ponte sobre o córrego Bebedouro, e que verifique as condições estruturais da referida ponte e instale proteção lateral (parapeito) sobre o passeio público, com o fim de evitar que alguém caia no enorme buraco já formado. Outra propositura indica a construção de pavimentação em um trecho de aproximadamente 100 metros, no qual o tráfego intenso pode ocasionar atropelamento de pedestres. 

O Departamento Municipal de Saúde divulgou os recentes investimentos em obras durante coletiva realizada na manhã de segunda-feira (10), na prefeitura. De acordo com os dados, a cidade tem um total de R$ 6.180.058,40, no qual R$ 4.238.646,83 foram repassados até o momento, e que R$ 1.883.719,52 correspondeu à contrapartida feita pelo município, sendo que as portarias variam entre 2009 e 2012.

Segundo o vereador médico Tiago (PCdoB), que é o coordenador atual da Saúde de Atenção Básica, diversos convênios foram perdidos aleatoriamente em administrações passadas por falta de apoio político e planejamento. Para ele, um forte investimento na saúde básica ajuda a diminuir o grande fluxo no Pronto-Socorro.

Aprovado por unanimidade na noite de segunda-feira (10), o Projeto de Lei 103/2013 proíbe a instalação de poste de iluminação pública de madeira e estabelece a sua troca, de forma gradativa, por postes novos, de concreto, no município.

O documento estabelece a proibição das empresas concessionárias de energia elétrica, de instalarem novos postes de madeira no município para transmissão de energia. Quem descumprir a Lei pagará multa no valor de 1.000 (mil) unidades fiscais do município, por poste instalado.

Para Bola, o processo de substituição dos postes de madeira, que após alguns anos podem apresentar sinais de apodrecimento da base, se dá num ritmo bastante lento, especialmente para os casos em que apresentam alto grau de deterioração e passam a oferecer riscos iminentes de cair e, assim, provocar acidentes ou corte de energia.

Uma indicação do vereador Tiago (PCdoB) solicita ao Executivo que junto à CPFL, realize a retirada de um poste de madeira localizado em local inadequado no res. Bebedouro.

Foi apresentada na tarde de quarta-feira (5), no Bebedouro Clube, a organização parcial da Feccib (Feira Citrícola, Comercial e Industrial de Bebedouro) edição 2013, que será realizada no recinto da Feccib nova, do dia 18 a 21 de julho. A festa foi retomada com êxito em 2011 e 2012, e conseguiu registrar público de 55 mil visitantes. Esse ano, espera receber público superior aos anos anteriores, em quatro dias de atrações. A festividade possui uma planilha de gastos estimada em R$ 800 mil.

Segundo o organizador da festa, Lucas Chioda, nessa fase o principal desafio é fazer com que as notícias sobre a organização da festa se propaguem positivamente e, paralelamente, buscar melhorar toda a estrutura, organização, atendimento e gestão do evento.

Funcionários, professores e alunos da 6ª, 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental da Paidéia estiveram reunidos com a comunidade do jd. Paraíso, na Praça Abel Pedro de Freitas, na manhã de quarta-feira (5), para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Após as orientações do educador físico Edson Sakomura, os alunos apresentaram diversos temas relacionados à causa em forma de poemas, poesias, músicas, dança e teatro, e no fim do evento, plantaram uma árvore próximo ao coreto “Antonio Carlos Carvalho”.

O Centro Universitário Unifafibe, por meio dos cursos de Ciências Biológicas, Engenharia Agronômica, Engenharia Civil, Engenharia de Produção e Produção Sucroalcooleira, realizou, de quarta-feira até ontem (7), o V Fórum do Meio Ambiente, no Salão de Eventos do Recanto São Vicente de Paula.

Segundo o pároco da Igreja São Pedro Claver, Padre Benedito, há aproximadamente um ano a capela São Sebastião, que pertencente à paróquia localizada no jd. Eldorado, vem sofrendo prejuízos financeiros constantes, seja com a troca e retirada de torneiras, concerto de registros e até instalação de grades mais reforçadas para a proteção da caixa de registro de água da capela, além da destruição dos pequenos coqueiros que foram plantados no terreno ao lado da igreja. Em virtude dessa situação, o padre solicita que providências sejam tomadas rapidamente, pois teme a partir de agora pela segurança da capela.

Sobre esses fatos, o comandante da Guarda Municipal, André, lembra que esse problema assola Bebedouro há décadas, sendo que até o momento não foi possível solucionar definitivamente essa situação, mas informa que tomarão todas as providências necessárias ao receberem qualquer reclamação contendo animais de grande porte abandonados, e que a fiscalização, a partir de período próximo, será intensificada.

Com exceção de Freitas (PT), que votou contra, e Nasser (PV), que se absteve, os demais vereadores aprovaram, na segunda-feira (27), um Projeto de Resolução que dispõe sobre a criação de vagas no âmbito da Câmara Municipal, no qual cada parlamentar que desejar poderá contar com um assessor para auxiliá-lo no expediente.

Ao entrar em contato com o Gabinete da Presidência do Poder Legislativo, a Folha da Cidade foi informada de que cada assessor receberá um total bruto de R$ 2.160,59, sendo que os descontos aproximados giram algo em torno de R$ 1.700. Segundo o documento em questão, as exigências do cargo são Ensino Médio completo, noções de informática, CNH categoria profissional, e jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Por alegar inviabilidade no sentido de estudar a propositura, Freitas pediu vistas ao projeto para Ângelo Daólio (PSDB), mas o presidente da Câmara não cedeu, por considerar o projeto legítimo.

FCTV Web

Baterias
grafica
sese
kleber
chc