Na tarde de quinta-feira (9), um homem ficou ferido na Rodovia Brigadeiro Faria Lima em Colina devido a um acidente no qual envolveu um caminhão e dois carros. Sendo que a colisão foi provocada pela fumaça após um incêndio em uma área às margens da pista, segundo a Polícia Militar Rodoviária. 

O fogo começou na palha da cana-de-açúcar e o vento ajudou a propagar as chamas. A vinda da fumaça prejudicou a visibilidade dos condutores, fato que provocou a colisão entre os veículos. O motorista do caminhão teve ferimentos leves após ter ficado preso nas ferragens. Leia mais na Folha da Cidade

Após o Poder Executivo solicitar a implantação de um curso de tecnologia no Centro Paula Souza em São Paulo. A construção da sede da Fatec voltou a repercutir na cidade. Para saber sobre o andamento dessa situação, a Folha da Cidade conversou com o diretor de Desenvolvimento e Planejamento da Prefeitura, Lucas Seren.

Uma Moção de Apelo de autoria de Paulo Bola (MDB) está tramitando na Câmara. Ele solicita ao governador Márcio França, secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação Jânio Benith, e Laura Laganá para que viabilize a construção da Fatec Bebedouro. Leia mais na Folha da Cidade

Na manhã de quarta-feira, a Casa de Santa Clara reuniu a imprensa para apresentar o seu trabalho, adequações na sede e exposição de fotos. Sendo que a diretoria solicitou o apoio da iniciativa pública, privada, e comunidade para manter o atendimento.

Fundada em 2004, a instituição é uma obra social Franciscana que atua no índice de desenvolvimento humano de crianças com até 12 anos incompletos, em situação de risco pessoal e social ou abandono familiar, atendendo em regime de abrigo, proteção e suporte. Leia mais na Folha da Cidade

Há quase um ano aconteceu o 3º Fórum de Logística de Bebedouro nas dependências do Sindicato Rural, que teve como tema: “Impactos da Renovação da Malha Paulista e a Reativação do Ramal Ferroviário”.

O ramal em questão é Pradópolis/Colômbia, no qual a Rumo Logística tem planos de investir R$ 5 bilhões, aumentando sua capacidade da linha tronco de 30 milhões de toneladas/ano para 75 milhões de toneladas/ano, conforme explanado no evento em 2017. 

Segundo o diretor de Desenvolvimento e Planejamento da Prefeitura de Bebedouro, Lucas Seren, o município aguarda o Governo Federal autorizar a empresa em relação à renovação do prazo de concessão. Sendo algo que está fora da alçada do município. Leia mais na Folha da Cidade

O Hospital de Câncer de Barretos busca recursos parar construir a Casa Ronald McDonald Barretos. Sendo que a Campanha McDia Feliz chega a sua 30ª edição, na qual Bebedouro continua contribuindo.

O tema em 2018 é “O Amor Constrói”. A iniciativa vai permitir que pais, filhos e familiares permaneçam unidos durante todo o tratamento. Para garantir todo o conforto a casa terá 3.262,72 m² de área construída, 32 apartamentos, brinquedoteca, adoleteca (espaço voltado ao adolescente), classe escolar, apartamento especial para transplantados, espaço de lazer e cultura, e área voltada para famílias indígenas. “O Educandário apoia esta causa e convida toda comunidade e parceiros a participar da campanha 2018, que terá toda a renda revertida para a Casa Ronald McDonald de Barretos. Leia mais na Folha da Cidade

Em virtude da Operação Tapa Valas, que ocorre com frequência na cidade. A nossa reportagem procurou o diretor do Saaeb, Gilmar Feltrin para falar sobre o assunto. Segundo os números da autarquia foram fechadas 722 valas em 2017, e 570 no primeiro semestre de 2018. 

De acordo com dados do Saaeb foram executados 6.477,33 metros quadrados em 2017, sendo um investimento total de R$ 557.050,38. Já de janeiro a junho de 2018 foram executados 5.359,69 metros quadrados, totalizando R$ 460.933,34. Os investimentos somados no período resultam em R$ 1.017.983,72. Leia mais na Folha da Cidade

A Polícia Civil em Bebedouro, por meio de investigadores da DISE (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), partindo de um prévio trabalho de investigação, identificaram C.A.S., de 48 anos, desempregado, que estaria vendendo drogas no Jardim Santa Terezinha. 

Os policiais levantaram também que C.A.S., preparava as drogas e as enterravam em área de terra batida na sua casa. Na tarde de quarta-feira (1), os agentes foram até a casa do suspeito, e o referido estava na frente, quando foi detido. Leia mais na Folha da Cidade

O Jepoe (Jovens em Exercício do Programa de Orientação Estadual) foi lançado na tarde de terça-feira (31) na Prefeitura. Os jovens selecionados participam do programa durante seis meses com atividades em cursos de qualificação profissional e social junto à comunidade. 

Os participantes recebem bolsa auxílio de R$ 500, vale-transporte e uniforme. Em Bebedouro serão disponibilizadas 200 bolsas. Leia mais na Folha da Cidade

Em virtude da insatisfação de alguns munícipes em relação às propagandas em abrigos de ônibus, na qual a justificativa alegada é poluição visual. A Folha da Cidade procurou a Prefeitura para se manifestar sobre o assunto.

De acordo com o sub-diretor de Planejamento da Prefeitura, Rogério Valverde, a fiscalização de propagandas irregulares em espaços públicos é algo que está entrando no cronograma. E que a fiscalização das propagandas será intensificada nos espaços públicos. No qual haverá notificações, multas, e também a retirada das propagandas irregulares.  

Ele conversou conosco na tarde de quarta-feira (31), e ressaltou que até então não havia denúncia significativa no Departamento de Planejamento sobre poluição visual e propaganda irregular. Leia mais na Folha da Cidade

A apresentação do trabalho voluntário da Formação do Comitê do CVV (Centro de Valorização da Vida), unidade Bebedouro aconteceu recentemente no Anfiteatro do Imesb. A finalidade é apoiar emocionalmente na prevenção ao suicídio. 

O encontrou contou com coordenadora de comunicação e expansão do CVV, Adriana Rizzo, e as também voluntárias Thelma Costa Martins Penna e Marisa Duarte Ribeiro, que estiveram falando sobre a entidade, e fizeram um convite ao bebedourense para se tornar voluntário, formando um núcleo de atendimento no município. “O voluntário do CVV trabalha no sentido de compreender a pessoa, valorizando sua vida. O atendimento é feito com respeito, confiança e de forma privativa”, explicou Adriana, ao lembrar que o voluntário trabalha em plantão de 4h por semana, o atendimento da entidade é feito 24h. Leia mais na Folha da Cidade

FCTV Web

Decore
Baterias
grafica
sese
pet