A Prefeitura quer celebrar convênio com o Governo Estadual, por intermédio da Secretaria de Segurança Pública, visando a adesão ao Sistema Detecta de acesso exclusivo aos dados de interesse da segurança pública e de cooperação entre os órgãos públicos.

A proposta encaminhada em regime de urgência pelo Poder Executivo tramita na Câmara. “O Sistema Detecta é um sistema de monitoramento inteligente, integrado por um banco de dados das polícias civil e militar. Esse Sistema foi implantado pelo Governo do Estado de São Paulo, que funciona no Sistema Microsoft e é disponibilizado gratuitamente para as Prefeituras que são conveniadas”, observou o prefeito Lucas Seren no projeto. Leia mais na Folha da Cidade

Sabrina Ramalho Luz, infectologista que atua na Vigilância Epidemiológica no Hospital Municipal Julia Pinto Caldeira, afirmou que todos os sintomas, independentemente do tipo de cepa para Covid-19 são respiratórios, no qual a pessoa com tosse, coriza, falta de ar, e podendo ou não ter febre, e alteração de olfato e paladar. 

Atualmente, as cepas mais preocupantes são a Alfa (originária do Reino Unido); a Beta (África do Sul); a Gama-P1 (Manaus) e a Delta (da Índia). Na região e em Bebedouro até o fechamento dessa edição, há registro apenas da P1, de acordo com Sabrina. Seja o tipo de cepa que for, segundo a médica, a variação é de pessoa para pessoa, sendo que vai ter pessoa que não vai ter sintoma, que é assintomática, além do oligossintomático, ou seja, ter sintomas muito semelhantes a um resfriado comum. Inclusive tem os que vão precisar de oxigênio e internação. Como também os que evoluem desfavoravelmente ao ser internado em UTI até evolução para óbito.

Ela esclareceu que não tem a quantidade definida de pessoas na transmissão de uma cepa. Ainda incentivou as medidas preventivas para conter a disseminação do vírus. Leia mais na Folha da Cidade

Amanhã (12), às 15h, a Internacional visita o Taquaritinga no Estádio Adail Nunes da Silva. Único adversário que derrotou o time bebedourense treinado por Valmir Israel. A partida é válida pelo Campeonato Paulista da 2ª Divisão, categoria sub/23. 

Na tarde de sábado (4), Internacional esteve em Catanduva e ficou no 1 a 1. Os mandantes abriram o placar com David aos 23 minutos. Os visitantes empataram com Adyson aos 19 minutos da etapa final. “Ficamos satisfeitos com o jogo que fizemos, e não com o resultado. Resultado é buscarmos sempre os três pontos. Conversei com o elenco, e para chegarmos temos que ganhar dentro e fora de casa. Sabíamos também da qualidade do adversário. Equipe muito bem compactada, equilibrada, comandada e que tem organização tática interessante. Leia mais na Folha da Cidade

Com concentração e saída em frente ao CTM (Centro de Treinamento Missionário) pela Avenida Variante Hamleto Stamato, 516, Vila Alto do Sumaré, o Conselho de Pastores de Bebedouro promoveu a “Carreata da Paz”, na terça-feira (7).

Segundo a Polícia Militar, o evento contou com aproximadamente 300 carros, 200 motos, e 1400 pessoas. A Guarda Civil Municipal também atuou na segurança do evento. A comissão organizadora por meio do pastor Robson Vilela atendeu a nossa reportagem.

Orar e profetizar sobre Bebedouro, São Paulo e o nosso querido Brasil como cristãos e patriotas. E pedir a Deus que mantenha a nossa constituição, democracia e liberdade de expressão estiveram entre os objetivos, segundo Robson, que citou Salmo 33, 12 diz. ‘Feliz é a nação cujo Deus é o senhor’. Leia mais na Folha da Cidade

O 17° Campeonato do Futebol Amador do Jardim 3 Marias chegou as semifinais. Amanhã (12), às 9h, Três Marias x Santa Terezinha; 10h, Gercal x Manchester. No domingo (5), Manchester venceu o Centenário nas penalidades após 1 a 1 no tempo normal. E Gercal fez 4 a 1 no Brasfoot. 

Lucas marcou para o Centenário; e Kaike para o Manchester. No outro jogo, Robinho, Bruno, Jonatan e Lucas, Gercal; Brasfoot, Felipe. Interessados em conferir sobre as partidas do último domingo podem acessar a FCTV web no facebook. Além de conferir alguns lances e entrevistas com Evaldo Silva, “Gumelo”, e Vinicius Augusto Mariano, respectivamente treinadores do Manchester e Gercal. “Agradeço as equipes que estão participando. Graças a Deus. Apesar da pandemia ter parado. Com muita luta e garra estamos acabando o campeonato”, comentou João Paulo de Oliveira, “Diquinho”, um dos organizadores. 

A competição nesse ano faz homenagem a Murilo Lima Costa. Morador do bairro, que sonhou em ser jogador de futebol. Porém, no ano passado, os bombeiros estiveram na Avenida Pedro Hortal, Novo Lar. Onde atendeu uma ocorrência de choque elétrico, no qual o jovem de 15 anos pisou em fio energizado, e recebeu a descarga elétrica. O que ocasionou uma parada cardiorrespiratória. Fato que resultou em morte precoce. “Agradeço a Deus, meu primo Diquinho e a todos por homenagear o Murilo. Foi um perca muito grande. Estava jogando no Capivariano. É muito difícil. Todo mundo gostava dele. Era muito querido. A vida continua”, disse Carlos Roberto Costa, “Betinho”, pai de Murilo. 

Luiz Carlos de Souza Lima, que integra a Gercal apoia a competição. “Parabenizo minha equipe pela classificação à semifinal. Evento foi bacana até o momento. Semifinal foi coroada com quatro times que jogaram bem. Aproveito o espaço para dá uma atenção e ajuda a gente para o ano que vem voltar com tudo. Vamos contemplar esse esporte de Bebedouro, esquecer um pouco de pandemia e trazer alegria para os bairros”. 

Paralisação dos caminhoneiros foi encerrada no começo da tarde de quinta-feira (9). Tanto na Rodovia Armando Sales Oliveira quanto Brigadeiro Faria Lima. De acordo com a Polícia Militar, aproximadamente 600 caminhões envolvidos. Dentre as reivindicações estiveram preços dos combustíveis, alimentos e pedágios, tabela do frete e altos impostos. 

Além da PM houve atuação da Polícia Rodoviária e Guarda Civil Municipal no controle do fluxo. Por volta das 11h, caminhoneiros que não queriam continuar começaram a ser liberados para seguirem os seus destinos. Inclusive postos de combustíveis ficaram lotados entre a manhã e à tarde. Leia mais na Folha da Cidade

Falta da confirmação de datas previstas ou precisas para o público de 18 a 23 anos sem comorbidades, que ainda não foram vacinados com a 1ª dose. E da 3ª dose para os idosos, provoca preocupação, insatisfação, desconfiança e dúvidas na distribuição de doses do município.

A secretária municipal de Saúde, Silvéria Lâredo informou a nossa reportagem que a chegada de 7 mil doses para quem tem de 18 a 23 anos sem comorbidades nesta semana não chegaram. A vereadora Ivanete Xavier (PSDB), afirmou que causa estranheza Bebedouro ter recebido 98.172 doses e aplicado 84.174, conforme analisou no Vacinômetro pelo site vacinaja.sp.gov.br. No ranking estadual de aplicação das doses distribuídas, Bebedouro está em 586°; Jaboticabal, 514°; e Lins, 415°. Considerando municípios do mesmo porte, segundo o próprio estado. 

Ao menos até o fechamento dessa edição não foram informadas as datas, horários e locais para imunizar esses públicos, sendo que perguntamos para Estado e Município. A Secretaria Estadual de Saúde divulgou essa semana o calendário em relação aos idosos. Município apenas divulga a agenda assim que tem garantia da chegada das doses. Leia mais na Folha da Cidade

Ortopedista e traumatologista, Guilherme Reiff Toller comentou sobre as principais queixas ortopédicas dos pacientes pós covid. No qual, a SBOT (Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), sendo que a necessidade da recuperação muscular aumentou o expediente nos consultórios. 

Dentre os sintomas da chamada “Síndrome Pós Covid”, encontram-se as manifestações ortopédicas. As principais observadas são dores e rigidez nos ombros, dores nas costas e articulações de modo geral, fraqueza e dores musculares, fadiga e dificuldade de fazer movimentos simples. Segundo os estudos, até 80% das pessoas recuperadas apresentam pelo menos um sintoma nos quatro meses após a remissão da infecção, de acordo com o médico. 

Ao imaginar um caso moderado ou grave de Covid, no qual gera a diminuição da musculatura. Ele falou do porquê de o paciente que já vinha com alguma doença osteoarticular ficam mais sintomático diante de um quadro de diminuição da musculatura.

E para quem não teve Covid, ele ressaltou a relevância de manter um condicionamento muscular adequado em caso de uma eventual infecção de Covid posteriormente, entre outros fatores ligados ao assunto. Leia mais na Folha da Cidade

Em 2021, Bebedouro registrou arte o fechamento dessa edição, 06 casos de dengue e nenhum óbito pela doença. Ao todo foram 113 notificações, 103 casos negativos, 06 positivos e 04 aguardando resultados.  

A Sala de Situação de Arboviroses de Bebedouro está finalizando o novo Plano de Metas de Prevenção à dengue, chikungunya, febre amarela e zika. Especialistas de diversas áreas da Prefeitura se reuniram na manhã de quarta-feira (1) para discutir as ações para o atual semestre, período em que aumenta a incidência de focos do mosquito aedes aegypti.  

O plano é realizado todos os anos em parceria com a DRS (Departamento Regional de Saúde). “Traçamos novas metas até dezembro. A dengue é uma doença grave, e por isso, adotamos uma estratégia intersetorial, reunindo especialistas nas áreas de saúde, zeladoria, meio ambiente e educação. Nossas equipes já estão realizando um bonito trabalho desde o início do ano, e agora vamos intensificar ainda mais. Temos que nos preparar para a chegada do verão”, diz a vice-prefeita, Sebastiana Tavares.  

 Em relação as ações realizadas nesse ano foram Pó molhável, projeto piloto “Monitoramento nos Pontos Estratégicos”, que visa intensificar o combate ao mosquito com a aplicação do inseticida Fludora Fusion Pó Molhável. Atuação em imóveis vazios, sendo que a Vigilância Epidemiológica, por meio do setor de Vetores e Zoonoses firmou uma parceria com a Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) e as imobiliárias da cidade para fiscalizar de perto os imóveis vazios no município e nos distritos, e eliminar as larvas do mosquito.  

Os agentes de endemias continuam com visitas domiciliares em diversos bairros da cidade, distritos e povoados, orientando a população sobre como manter a casa e os quintais longe de doenças e de animais peçonhentos, como mosquitos, escorpiões e aranhas. Durante as visitas os técnicos também realizam a nebulização e o monitoramento.  E também participaram de uma capacitação para o aperfeiçoamento no uso e manuseio de inseticidas e larvicidas. Além de os servidores discutiram novas formas de combate ao aedes aegypti, ratos, escorpiões, moscas, baratas, cupins e carrapatos. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a todo o momento é fundamental manter e até mesmo intensificar todas as medidas de prevenção. Sendo ações simples que devem ser transformadas em hábito e incluídas na rotina da população como eliminar possíveis focos de mosquito como caixas d’água, galões, tonéis, vasos de plantas, calhas, garrafas, lixo e bandejas de ar-condicionado, entre outros.

O Saaeb Ambiental visando a necessidade do uso consciente da água, utilizará o aplicativo WhatsApp, como Disk Denúncia para flagrar por meio de foto o desperdício como lavar calcadas, telhados, muros ou carros. 

As pessoas flagradas desperdiçando água potável começaram a serem multadas em R$ 100,00, a partir de quarta-feira, (1). A ação que ser enviada no 17-99178-9233. “Realizamos grandes obras nos últimos anos e, hoje, conseguimos manter água na torneira mesmo durante a crise hídrica em tempo de seca. Várias cidades da região já estão em racionamento e, para manter o abastecimento, é o momento da população também fazer a sua parte. Pedimos para que a população nos auxiliem e divulguem as fotos das pessoas que estiverem desperdiçando. O Saaeb vai manter o sigilo. Estamos em situação emergencial. Fotografar a pessoa com a mangueira na mão e informar o endereço. A pessoa será multada automaticamente”, afirmou o presidente Gilmar Feltrin.

O presidente reconheceu que práticas indevidas estão sendo cometidas. “Além da lavagem da calçada com vassoura hidráulica muitas pessoas dentro de casa ficam jogando água na calçada, e outras chegam até lavar a rua. Uma atitude em que a cada litro desperdiçado faz falta nessa reta final que é setembro e outubro, pois estamos na esperança que em novembro comece a chover e a gente restabeleça pelo menos os níveis dos reservatórios”. Leia mais na Folha da Cidade

FCTV Web

Clima Bebedouro
Block [footer] not found!