Justiça suspende efeitos do decreto municipal que instituiu a tarifa do lixo

O Tribunal de Justiça de São Paulo suspendeu liminarmente os efeitos do decreto municipal 15.136 de 30 de dezembro de 2021, que instituiu a tarifa para prestação do serviço público de manejo dos resíduos sólidos domiciliares, tendo como fato gerador a coleta, remoção e destinação do resíduo domiciliar ou de estabelecimentos desde que equiparados ao resíduo sólido domiciliar, localizados na área urbana, realizada pelo serviço público.
Segundo o documento estadual fica vedado ao ente público cobrar e receber qualquer valor. A decisão liminar nos autos da ação popular quanto a proferida no Agravo de Instrumento são de natureza preliminar, sem que o mérito da questão tenha siso analisado com a devida profundidade, segundo o diretor jurídico da Prefeitura, Rodrigo Galvão.
Ele observou que decisão proferida, sem a prévia colheita de informações da Prefeitura, erroneamente conclui que a cobrança através de tarifa somente poderia ocorrer quando a prestação do serviço se operasse mediante concessão à iniciativa privada, ignorando o fato de que a remuneração do serviço, através de preço público/tarifa, também pode ocorrer quando o serviço for prestado por autarquia municipal. Leia mais na Folha da Cidade

Pré-candidato a presidente Sergio Moro apresenta suas pretensões na política

Os pré-candidatos a presidente Sergio Moro, e a governador pelo estado de São Paulo, Arthur do Val, ambos Podemos, deputado federal Junior Bozzella, que tem como companheiro pelo União Brasil, o presidente do partido em Bebedouro, Junior Piffer participaram de um encontro na quarta-feira (2), com lideranças da cidade e da região no CTM (Centro de Treinamento Missionário) da Ceifa (Comunidade Evangélica Igreja da Família). 
O combate a corrupção foi o tema predominante no evento, sendo que a Operação Lava Jato esteve nos discursos. Bozzella acredita que o encontro celebra um momento de união para construir o Brasil de forma justa. Moro enfatizou que a prioridade da sua gestão será o crescimento econômico através da legalidade na máquina pública. Confira a essência de cada discurso. Leia mais na Folha da Cidade

Materiais doados guardados provisoriamente no Departamento Municipal de Esportes, na antiga Feccib

Em abril/2021 foi aprovada na Câmara, a Lei do Banco de Cadeira de Rodas e afins, no qual constituída de materiais doados, por pessoas físicas ou jurídicas, tais como cadeira de rodas, cadeira de banho, muleta, bengala, andador, produtos ortopédicos, cama hospitalar, entre outros, sendo de autoria da veradora Eliana Merchan (DEM).
A Lei já foi sancionada pelo prefeito Lucas Seren. Divulgamos a respeito em outubro/2021. Procuramos Elaine Lucas, diretora da Promoção e Assistência Social, departamento municipal responsável pela administração do Banco Municipal de Cadeira de Rodas e afins, conforme consta na Lei. E por fim, Leandro Lauriano, coordenador de Acessibilidade. E não tivemos respostas na ocasião. Leia mais na Folha da Cidade

Ademir Castro em ação ao imunizar munícipe no combate ao coronavírus

Como um dos voluntários durante 10 meses de vacinação contra Covid. O técnico de Enfermagem Ademir Castro falou da sua cooperação após saber em rede social da necessidade do município.
Ele afirmou que no momento não atua na área da Saúde. E enfatiza que decidiu ser voluntário após a postagem da Prefeitura, e que antes de se inscrever precisou pagar R$ 500,00 para ativar sua inscrição junto ao Coren, Conselho de Enfermagem. Sendo que na ocasião estava no seguro desemprego. 
Apesar do trabalho cansativo, no qual as vezes nem tinha tempo para se hidratar ou ir no banheiro, ele enfatizou ter sido uma experiência gratificante, e ainda agradeceu a Deus, e todos os profissionais envolvidos na vacinação, além dos munícipes que teve oportunidade de vacinar. Confira as considerações do entrevistado. Leia mais na Folha da Cidade

De acordo com Gilmar Feltrin, presidente do Saaeb Ambiental, a obra da Estação que vai tratar o esgoto em sua totalidade no município, tem previsão de entrega para maio desse ano, desde que não ocorra imprevistos.

O local fica próximo ao Hotel Orange, antiga estrada Bebedouro/Terra Roxa, BBD 010, sendo ao fundo do Jardim Itália e depois do empreendimento do bairro SetJardim. Assim como o poço profundo no Pedro Paschoal, a intenção da entrega seria como uma das atrações da programação de aniversário do município. Na parte civil está com 95%, 96% de conclusão. Na sequência entra a parte de montagem dos internos, que leva em torno de dois meses. E depois vem os acertos finais, segundo o presidente.

Independente de ano eleitoral, e das divergências entre algumas partes da classe política, que fizeram parte do processo para a vinda desse investimento, o fato é que torcemos para que vaidade e politicagem não prejudiquem a causa em nenhum sentido. E que todos façam a sua parte na destinação do lixo, uso correto da água e do dinheiro para que o progresso da cidade aconteça de fato. Leia mais na Folha da Cidade

O cirurgião geral Marcelo de Freitas Borges, que atua em Bebedouro falou de algumas características relacionada à vacinação contra a Covid-19. A íntegra pode ser conferida pela FCTV web no facebook.  

Referente as reações provocadas pela vacinação são relativas, segundo Marcelo pelo fato de as vacinas contarem com tecnologias e reações diferentes. Independente de idade, a vacina não impede a pessoa de pegar Covid, sendo que a pessoa na imunização recebe uma partícula do vírus ou até o próprio vírus para que o sistema imunitário desenvolva a resposta para que no futuro sendo contaminada pelo vírus, ele vai estar pronto para defender a pessoa.

Independente das reações que podem variar conforme o organismo de cada pessoa, incentivamos a vacinação para que o vírus não seja disseminado. Leia mais na Folha da Cidade

Atento à crescente demanda por crédito para a instalação de sistemas de energia solar no Brasil, o Sicredi acaba de realizar sua primeira emissão de Green Bond (títulos de dívida emitidos especificamente para financiar projetos com benefícios ambientais) no exterior. A emissão feita junto ao BID Invest, membro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), foi no valor de USD 100 milhões (cerca de R$ 550 milhões), com 100% dos recursos destinados ao financiamento de novos projetos de energia fotovoltaica e eficiência energética, que estarão disponíveis a partir do final desse mês. 

Trata-se da primeira emissão de Green Bond subordinado por um emissor brasileiro adquirida pelo BID Invest. A operação conta com a certificação da consultoria norueguesa Cicero Shades of Green, especializada em “títulos verdes”, e tem critérios específicos para a seleção dos projetos a serem financiados. Conforme a consultoria, considerando critérios como governança e transparência, a operação se enquadra na pontuação “Dark Green Shading”. 

A metodologia expressa o quanto um título verde contribui com a redução dos gases de efeito estufa e considera três níveis de pontuação: verde claro, verde médio e verde escuro.  “Temos observado uma sociedade cada vez mais consciente, com foco em iniciativas sustentáveis e, consequentemente, corroborando para a consolidação de uma economia mais circular. Uma das frentes que nossas Cooperativas atuam de forma relevante é no financiamento à implementação de sistemas para o uso de energia renovável, que vai ao encontro ao movimento global para a redução na emissão dos gases de efeito estufa, no qual o Sicredi está engajado há alguns anos”, afirmou Cesar Bochi, diretor executivo de Administração do Sicredi. 

A iniciativa ainda contribui com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs), com os quais o Sicredi é comprometido enquanto integrante do Pacto Global da ONU. Na operação estão sendo atendidos os objetivos 7, 9 e 13, que tratam, respectivamente, de Energia acessível e limpa; Indústria, inovação e infraestrutura; Ação contra a mudança global do clima. “Com isso, possibilitamos aos nossos associados recursos para o desenvolvimento de projetos sustentáveis, com impacto positivo econômico, social e ambiental, gerando valor ao negócio e fortalecendo a parceria de longo prazo do Sicredi com as comunidades onde estamos presentes”.

A carteira de crédito do Sicredi para financiamento de projetos para uso de energia solar no Brasil totalizou R$ 4,5 bilhões ao final de 2021, com aumento de 93 % em relação ao mesmo período de 2020. Do saldo atingido, R$ 2,4 bilhões foram destinados a associados Pessoa Jurídica (PJ), R$ 1,1 bilhão para Pessoa Física (PF) e R$ 940 milhões para associados do campo (agricultura familiar, médios e grandes produtores). Só nos últimos 12 meses, o volume de crédito concedido pela instituição para essa finalidade no país ultrapassou a marca de R$ 2,5 bilhões.

 

 

Nascido em Bebedouro no ano de 2004, o atacante Leonardo Guilherme Oliveira Martins, “Léo Martins”, que vai completar 18 anos em 11 de fevereiro atua pelo Internacional (RS), clube no qual disputou a Copa São Paulo. 

Ele se prepara para Libertadores sub/20 com o clube gaúcho. “Cresci no União do ano de 2004 a 2011, e no Santaella no ano 2011 a 2016, ano que fui para o Avaí F.C, único clube antes do Internacional, e minha vinda para o Internacional foi em troca do Valdívia. Me destaquei jogando alguns campeonatos, mas o Campeonato da Votorantim foi mais importante para a minha vinda para o Internacional. Na Votorantim foi um campeonato perfeito individual, que consegui ser destaque, artilheiro e também campeão com o Avaí’”, contou o jogador. Leia mais na Folha da Cidade

Após aprovação de dois projetos no Ministério da Cidadania, e publicado no Diário Oficial em 25 de agosto de 2021, sendo que a partir dessa data, a entidade que atua na inclusão da pessoa com deficiência através do Rugby tem 2 anos para concluir a captação.

O atleta Vicente Alves da Silva especificou sobre os projetos. Além desses, a entidade lançou o “Óleo Solidário” no sentido de arrecadar fundos para manter as atividades como contribuir com o Meio Ambiente. Interessados em doações e parcerias podem entrar em contato pelo e-mail movimentosuperacao@hotmail.com.br, redes sociais ou ligar no 17-99213-1106, 17-3342-0810.  

Um projeto consiste na aquisição de novas cadeiras de rodas, e o outro a Despesa de Pessoal com o objetivo de proporcionar melhores condições aos envolvidos. Leia mais na Folha da Cidade

Em contato com a Folha da Cidade, após vídeo postado pela vereadora Ivanete Xavier (PSDB) na quarta-feira (19) em seu perfil no facebook, munícipes demonstraram indignação com documentação relacionada a saúde encontradas em um cômodo (quartinho) no Itapoan. 

Conforme os contatos ficaram insatisfeitos com a exposição de situações particulares de pacientes ao afirmarem a necessidade do sigilo, sendo que no local encontram-se prontuários, exames, fichas, controle diabéticos, óbitos, código de classificação de doenças, agendas, aparelhos e fios, segundo citado pela vereadora no vídeo. 

Perguntamos para a Prefeitura sobre a destinação e legalidade dos documentos para o Itapoan; informatização; fornecimento de documentos; providência; e estrutura do local, sendo que a população lamenta o estado de abandono e desperdício de dinheiro público. 

Em nota oficial, a Prefeitura informou que nenhum diretor ou secretário autorizou o descarte de documentos dos pacientes de Bebedouro. A Secretaria Municipal de Saúde já determinou a abertura de uma sindicância para identificar e punir os eventuais responsáveis. Leia mais na Folha da Cidade

Clima Bebedouro

FCTV Web