Mais de 500 túmulos estão livres para sepultar

Além das mortes por outras causas que ocorrem diariamente, o crescimento das que são por Covid, no qual os registros superaram 200 óbitos acaba trazendo a necessidade de saber como está a capacidade de sepultamento do Cemitério Municipal São João Batista. 

A diretora de Meio Ambiente, Angela Brunelli informou a nossa reportagem que a estimativa indicando o prazo de esgotamento na ocupação dos jazigos ainda livres é de aproximadamente cinco anos. E disse que estão livres 566 jazigos, sendo utilizados em média 112 novos jazigos por ano. No qual, o restante são sepultados nos jazigos existentes, após a exumação e colocação em caixas ou no ossuário, liberando o jazigo para novos sepultamentos. Conforme a diretora observou até o fechamento dessa matéria, sendo que obviamente os números estão sujeitos a alteração com o passar do tempo.

Ainda ressaltou que parte nova do Cemitério entre a ferrovia e o córrego Bebedouro obteve a Licença na Cetesb com 5962 jazigos, preservando o afastamento da APP, área de Proteção Permanente do Córrego Bebedouro e a distância do lençol freático para evitar a contaminação do mesmo. Leia mais na Folha da Cidade

FCTV Web

Clima Bebedouro