Classificação de risco gera demora no atendimento

Recentemente, muitos munícipes vêm apresentando queixas contra a demora no atendimento aos pacientes de menor risco que passam pelo Pronto-Socorro Municipal desde que o mesmo começou a aplicar o sistema de classificação de risco no atendimento, que é uma normatização do Ministério da Saúde, preconizando que os hospitais tenham esse atendimento, medida que deveria ser aplicada desde outubro de 2011.

Segundo o diretor do Hospital Municipal, Eurico Medeiros, essa classificação de risco não se trata de uma invenção por parte da Saúde local, apenas segue orientações do Ministério da Saúde, sendo essa a primeira fase de uma iniciativa que, em um segundo momento, a curto prazo, encaminhará casos menos graves ou corriqueiros para serem atendidos nas Unidades Básicas de Saúde, que serão reestruturadas, além das ações educativas preventivas, e construção de mais cinco UBSs, deixando o Pronto-Socorro Municipal apenas para casos urgentes ou mais complexos

FCTV Web

Clima Bebedouro
Block [footer] not found!