Após concorrer uma licitação e vencer a DCN Ltda., a empresa CSJ Construções e Engenharia, de Ribeirão Preto, será a responsável em dar continuidade às obras do Centro Educacional e Esportivo do jd. Santa Terezinha, que fica na Zona Norte da cidade. A empresa vencedora sugeriu R$ 459.650,32, enquanto a adversária estipulou R$ 661.102,51 para a execução do trabalho, e o resultado foi publicado em 7 de junho, no Diário Oficial do Estado de São Paulo.
A retomada da obra está prevista para ocorrer em duas etapas, sendo a primeira com a construção de uma escola, quadra e espaço para música, e em seguida, deverão ser feitos piscina, quiosque, ginásio e pista de caminhada. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Há aproximadamente dois anos, a população que era atendida no postinho de Saúde do jd. Laranjeiras, que fica entre as ruas Bento Maria e José Bergantini, sofre com o descaso do poder público.
Enquanto a prefeitura improvisa o atendimento no Centro Social "José Caldeira Cardoso", na rua Professor Abílio França Valente, também pelo mesmo período do postinho abandonado, a população desta região reclamou da ausência de medidas do Poder Executivo para solucionar o problema. As razões alegadas e encontradas pela reportagem da Folha da Cidade são pia quebrada, mato alto, animais peçonhentos, andarilhos, consumo de drogas e bebidas alcoólicas, chão desgastado e com poça de água, lâmpadas e demais vidros quebrados, parede rachada, lixo e entulhos, furtos de tomadas e equipamentos.
Nossa reportagem entrou em contato com a prefeitura para saber sobre as providências que precisam ser tomadas, mas não obtivemos retorno até o fechamento desta edição. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Com uma estrutura orçada em pouco mais de R$ 1 milhão, a Feccib 2012, que será realizada de 18 a 22 de julho, no recinto da Feccib nova, trará ao público, em renovada estrutura, exposições, praça de alimentação, parque de diversões e shows dos cantores Jorge & Mateus; Sorriso Maroto; João Bosco & Vinicius, Seu Moço no trio elétrico; João Carreiro & Capataz, e Milionário & José Rico, cujo valor do ingresso será a doação de um quilo de alimento não perecível, que deverá ser trocado por ingressos, e a arrecadação será destinada às entidades da cidade. 
A festa se tornou tradicional na cidade nos anos 70, foi interrompida por alguns anos e retornou no ano passado, reunindo mais de 50 mil pessoas.
Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Anualmente, o Brasil gasta em média 7,3% do PIB (Produto Interno Bruto) para tratar de problemas relacionados ao álcool, desde o tratamento de um dependente até a perda de produção causada pela bebida. De acordo com alguns estudiosos, a indústria do álcool movimenta 3,5% do PIB. Segundo pesquisas elaboradas pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) e pelo Cebrid (Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas), a droga mais consumida entre os jovens é o álcool.  Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Abandono, sujeira, animais peçonhentos, lixos, incêndios, galhos e podas de árvores, entulhos, insetos, mato alto, mau cheiro, buracos, possibilidade de prostituição, esconderijo de armas e consumo de drogas elencam a degradante situação de diversos terrenos baldios de Bebedouro, e seus respectivos distritos.
Recentemente, a reportagem da Folha da Cidade entrou em contato com o Poder Executivo para saber sobre quantidades, penalidades, prazos, demandas, critérios e providências, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Antes mesmo das convenções partidárias, que irão definir os candidatos à Prefeitura de Bebedouro, o jornal "Atitude Regional" divulgou uma pesquisa realizada entre os dias 19 e 24 de maio, com 500 pessoas, pela Sebram - Serviços de Pesquisa de Opinião Pública, sendo que o prefeito Italiano (PTB) aparece com 23,60%, na intenção de votos.
A população sugere que não custaria uma investigação para apurar um procedimento que mais parece eleitoral do que propriamente pesquisa de opinião. Para apurar a situação, a Folha da Cidade entrou em contato com o referido jornal "Atitude Regional", que também se identificou como Sonda e Sebram. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Na terça e quarta-feira (29 e 30), a Câmara Municipal recebeu os representantes do Poder Executivo, que durante Audiências Públicas para apresentação das despesas do 1º quadrimestre de 2012, informaram aos vereadores presentes que a prefeitura possui uma dívida total de R$ 22,4 milhões, entre débitos processados e não processados até abril, e se contabi-lizados os compromissos financeiros de curto e longo prazos, que avançam as Administrações Públicas, a dívida salta para cerca de R$ 40 milhões.
Na reunião, o representante do departamento Financeiro da prefeitura, Josué Marcondes, também informou que atualmente o município não paga seus fornecedores há dez meses, e que problemas que atrasam a finalização para a entrega da Casa dos Conselhos acontecem porque alguns setores envolvidos não investiram a verba corretamente.
Em relação aos gastos com o setor da Saúde, os representantes informaram que de acordo com o relatório de restos a pagar, a dívida atual totaliza R$ 2.704.284,37, valor que em 2011 foi de  R$ 2.515.830,44, fechando um gasto geral de R$ 11.865.046,04, oriundo de verbas do município, Estado e União. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Na tarde da última terça-feira (30), um comerciante do Mercado Municipal Velho, que desejou não revelar sua identidade, sugeriu que a reportagem da Folha da Cidade fotografasse o sanitário masculino, que há meses sofre com problemas hidráulicos.
Dos três vasos sanitários, que têm apenas a utilidade de urinar, um deles está coberto com saco plástico. Logo ao lado, em uma das duas pias existentes, houve vazamento, e há um bilhete avisando no azulejo da parede para o usuário não abrir a torneira da referida pia.

Na tarde da última segunda-feira (28), a reportagem da Folha da Cidade teve a grata surpresa de conhecer a Associação Casa da Alegria, que foi fundada em 2009, com o objetivo de oferecer um espaço para estimular a socialização de crianças e jovens com Síndrome de Down em Bebedouro.
Para valorizar o desenvolvimento e a convivência dos seus 10 assistidos, em sociedade, a ONG proporciona lazer, integração, cultura, estímulo e diversão, desejando ser a extensão do lar do público atendido, com faixa etária a partir dos 15 ano. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

O atraso constante de pagamentos para alguns fornecedores e prestadores de serviço da Prefeitura de Bebedouro está comprometendo a embalagem de pães fornecidos pela Central de Alimentação. Segundo munícipes ligados a um funcionário da Cozinha Piloto, a falta de dinheiro é a razão alegada.
Durante esta semana, a reportagem da Folha da Cidade descobriu que os pães fornecidos para pacientes e estudantes estão sendo embalados em saquinhos de pipoca, e este procedimento foi realizado durante os meses de fevereiro, março e abril. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

FCTV Web