Guarda comenta sobre reclamação em ponto turístico

O comportamento de parte de alguns moradores em situação de Rua, que frequentam a região do Lago Artificial, principalmente próximo à Praça Olavo Bilac, onde existe um semáforo e uma banca costuma ser alvo de insatisfação de comerciantes e munícipes. Sendo que o consumo de entorpecentes e bebidas alcoólicas, vendas, vocabulário e abordagem inadequada são as principais reclamações. 

Além desse assunto, o comandante da GCM (Guarda Civil Municipal), Luiz André Rosa Junior falou dos principais tipos de ocorrências atendidas em 2019. “Recebemos muitas solicitações para que cessem os atos. É preciso deixar claro que não existe tipo criminal no que os elementos estão fazendo. Trata-se de um caso essencialmente social, e nem a Promoção Social tem muito o que fazer nesse caso. Leia mais na Folha da Cidade

FCTV Web