Conforme determina as regras da fase emergencial do Plano São Paulo de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. O município através do prefeito Lucas Seren anunciou em live, as restrições de atividades de 18 a 30 de março, inclusive em serviços classificados como essenciais.

As medidas ampliam o distanciamento social e reduzem a circulação de pessoas; freando a propagação do vírus e suas variantes. Dentre as medidas anunciadas fica mantida a determinação de restrição de circulação de pessoas das 20h às 05h, com as respectivas autorizações excepcionais para as atividades de saúde e outras essenciais

O descumprimento das determinações implicará em multa de 100 UFMs, equivalente a R$ 10.950,00 além da cassação do alvará de funcionamento, a lacração imediata e a comunicação as autoridades competentes para a instauração de inquérito para apuração do Crime do art. 268 do Código Penal.

E devem permanecer fechados para atendimento presencial aos sábados e domingos todos os estabelecimentos comerciais em geral, inclusive supermercados, mercados, mercearias, padarias, açougues, peixarias, rotisseries, lojas de conveniência e similares. Vendas delivery estão autorizadas. Leia mais na folha da Cidade

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), estima-se que existam 35,6 milhões de pessoas com DA (Doença de Alzheimer) no mundo, sendo que o número tende a dobrar até o ano de 2030 e triplicar até 2050. No Brasil, a possibilidade é de que existam cerca de 1,2 milhões de pessoas.

Para falar sobre o assunto, sendo que o mesmo não pode e nem deve ficar limitado apenas na Campanha Fevereiro Roxo, a Folha da Cidade conversou com o neurologista e psiquiatra Sergio Luis Stuchi, que respectivamente atua há mais de 30 anos, e há quase uma década no ramo. Até o momento, a doença permanece sem cura. O objetivo do tratamento é diminuir os sintomas que variam conforme as fases leve, moderada e grave. Sendo perda de memória recente; dificuldade para encontrar palavras; desorientação no tempo e no espaço; dificuldade para tomar decisões; perda de iniciativa e de motivação; sinais de depressão; agressividade; redução do interesse por atividades e passatempos. Esquecimento leve nas atividades diárias; dificuldade para lembrar de eventos e atividades; problemas para lembrar o nome de pessoas e coisas. Mudança de personalidade; perda de insight; perda de habilidades simples como o hábito de escovar os dentes; não reconhecer pessoas em ambientes familiares; dificuldade em ler, falar e entender as coisas com clareza; confusão, agressividade ou desorientação; inconsciente das limitações pessoais; incapacidade ou grande dificuldade de realizar atividades do dia a dia; lembrança de fatos passado; perda da estabilidade sentimental e comportamental; perda da confiança e segurança; alucinações (ver pessoas, ouvir vozes de pessoas que não estão presentes). Maior desorientação e confusão; completa dependência de cuidados; complicações na saúde física devido a imobilidade; incapacidade de registro de dados e muita dificuldade na recuperação de informações antigas como reconhecimento de parentes, amigos, locais conhecidos; dificuldade para alimentar-se associada a prejuízos na deglutição; dificuldade de entender o que se passa à sua volta; dificuldade de orientar-se dentro de casa; e morte por infecções ou outras complicações como, por exemplo, doenças respiratórias.

O médico explicou o que é a doença, o que e a quem afeta. “Alzheimer doença que compromete a memória, e que consideramos como uma demência. Demência é grupo de doença que cursa com a perda progressiva da cognição. Cognição é a memória, atenção, pensamento abstrato e habilidades espaciais, evocação e aquisição de memória. Alzheimer é a demência mais prevalente e comum. Afeta as funções cerebrais superiores, principalmente a memória, e com o passar do tempo o comportamento, habilidades espaciais, fala, linguagem e motoras. Ocorre principalmente dos 60 aos 90 anos. Em alguns casos são mais precoces, e são mais raros. É uma doença em que quanto mais se vive, ela é maior prevalente. Suponhamos que aos 80 anos, a prevalência é 15% a 20%, 85 de 20% a 25%, 90 de 30% a 35%”, comentou Sergio. 

Referente aos exames que detectam. “O diagnóstico de Alzheimer não tem exame único. O diagnóstico é feito pela história clínica em que o paciente conta ou que os acompanhantes familiares contam, que vão mostrar o prejuízo que a pessoa vem tendo progressivamente da memória e de outras funções cognitivas. O exame neurológico e físico em geral. Outros exames, imagem, tomografia ou ressonância magnética. Importante os testes de triagem, testes neuropsicológicos. Nada isoladamente chega a lugar nenhum. Alguns pacientes que demonstram nos testes e na própria histórica clínica uma situação em que o diagnóstico fica mais claro. As vezes alguns pacientes necessitam de exames mais complementares para se fazer. Tudo é muito importante”.

Ele alertou sempre buscar ajuda profissional, e indicou hábitos saudáveis de vida como atividade física, além do acolhimento familiar e social como também não discriminar quem sofre com o problema. “E sempre manter-se ocupado do ponto de vista mental. A aposentadoria não significa parar de fazer alguma coisa. Significa a pessoa parar aquilo que vinha fazendo. Mesmo que não precise de um trabalho como retorno financeiro, é importante uma ocupação. Seja qual for. Alzheimer e uma doença em que há uma degeneração cerebral. É incurável, mas é tratável. Existem medicamentos que retardam a progressão e controlam em anos o declínio que vai se instalando progressivamente. Um tratamento bem feito ao longo do tempo certamente definem a qualidade de vida do paciente por muito tempo. E convívio familiar e social onde há aceitação e inclusão do paciente dentro daquilo que a condição dele permitir”. 

O Congresso Nacional promulgou na segunda-feira (15), a proposta que vai permitir o pagamento do novo auxílio emergencial. Sendo que a 1ª parcela tem previsão para ser liberada no início de abril. 

O advogado Cassio Benedicto enfatizou que as pessoas que em 2020 receberam valores e atenderem as novas normas devem ficar atentas nas datas de pagamento. Ele informou que a previsão é que o benefício seja pago para apenas um membro da família, no valor de R$ 250,00 durante quatro meses. Mulheres com filhos (famílias monoparentais) terão direito a cota mais alta, de R$ 375,00 e pessoas que moram sozinhas, de R$ 150,00. Para quem já está cadastrado é necessário atualizar os dados no aplicativo Caixa Tem para receber o Auxílio Emergencial 2021. Leia mais na Folha da Cidade

Além da pandemia, o país também enfrenta notícias falsas a respeito. Sendo a Saúde um dos principais temas abordados pelas fake news, como alimentos que curam ou previnem o coronavírus. O Ministério da Saúde alerta que até o momento, não existe nenhuma base científica sobre consumo de alimentos, como por exemplo feijão, que garanta cura ou tratamento da Covid-19.

De acordo com o órgão ligado ao Governo Federal é fake News. “Água, bebida ou chá quente que mata o coronavírus, receita de coco, chá de limão com bicarbonato quente,  beber água de 15 em 15 minutos, vitamina C e D, chá de erva doce, chá de abacate com hortelã, e óleo consagrado que cura o coronavírus, café, beber muita água e fazer gargarejo com água morna, sal e vinagre como prevenção do coronavírus, alimentos alcalinos, óleo, uísque e mel, e sopa de morcego evitam o coronavírus”, alertou o Ministério da Saúde a respeito da alimentação. Leia mais na Folha da Cidade 

 

Pelo sistema drive-thru, a vacinação será nesta segunda-feira (22) para idosos de 73 e 74 anos e na terça-feira (23) para os de 72 e 73 anos, das 08h às 11h. Sendo todos a primeira dose. Até o momento, Bebedouro aplicou 10.913 doses, 7.448 pessoas receberam a primeira dose e 3.465 já foram imunizadas com as duas.

A secretária de Saúde, Silvéria Larêdo falou do assunto. E senhas não serão distribuídas. “Temos doses suficientes para todos e não será necessário chegar de madrugada. Pedimos para cada idoso ir ao Posto de Saúde mais perto de casa, retirar e preencher o cadastro da vacina. Assim, a imunização flui com mais organização e rapidez. Nossa cobertura vacinal tem sido de 100%. Não há sobra de vacinas. Após o drive thru as pessoas são vacinadas nas Estratégias de Saúde da Família. Para aqueles que não tem carro ou por alguma razão não vai no drive podem agendar. Não pode ser laboratório diferentes Acamados podem ser agendados por telefone”, orientou a secretária da pasta.

Ela pede para a população ficar atenta as datas, horários e locais de acordo com as idades. “Estamos preparados para imunizar todos os moradores de Bebedouro, de acordo com a chegadas das vacinas. Recomendamos que fiquem atentos e acompanhem de perto as informações transmitidas pela Prefeitura. A campanha em Bebedouro está bem avançada. Montamos um Plano Municipal de Ação de tal forma para evitarmos a aglomeração de pessoas. A cada semana vamos abrindo para uma faixa etária, ainda se tratando de idosos”.

O Plano São Paulo através da fase emergencial no enfrentamento a pandemia do novo coronavírus estabelece ampliar o distanciamento social e reduzir a circulação urbana. Sendo que as restrições entram em vigor, a partir de segunda-feira (15).

Embora cada município tenha as suas particularidades, Bebedouro segue o que determina o Governo Estadual. Sendo que o município vai limitar acesso de pessoas nos mercados, impedir cultos e missas. Além de alguns setores da administração pública que terão somente atendimento a distância. 

Detalhes sobre as medidas na cidade e no Estado poderão ser conferidas em suas respectivas sociais. Durante a semana houve reuniões na Prefeitura com autoridades antes de o município especificar as medidas que serão adotadas. Ocasião em que a presente edição estava fechada. “Assunto delicado e momento muito difícil. Nosso Hospital Estadual continua com 100% de ocupação. No Julia Pinto Caldeira temos vários internados. Alguns em estado grave aguardando uma vaga na UTI. Temos bebedourenses internados em Barretos. Graças a Deus temos esse Hospital Estadual. Quando conquistamos esse hospital jamais imaginaríamos que iríamos passar por uma pandemia. Imagina atravessarmos esse momento sem essa conquista. Percebemos que com essa nova variante do vírus, pessoas mais jovens estão sendo levadas para os Hospitais. E doença se arrasta. Hoje o tempo que o doente de Covid fica internado é maior. Segura mais aquele leito enquanto mais pessoas vão chegando e precisando. Estamos vivendo o pior momento da pandemia. Não é apenas em Bebedouro, é no país. Essa nova variante é mais agressiva. Aí que as coisas começaram a sair de controle em todos os lugares”, disse o prefeito Lucas Seren.

A Guarda Civil Municipal, a Vigilância Sanitária e a Fiscalização intensificaram a fiscalização em bancos, supermercados, edículas, óticas, praças e locais públicos para coibir as aglomerações.  A multa para quem descumprir as determinações é de R$ 1.095,00. “Precisamos que as pessoas circulem menos nos próximos dias para desafogar os hospitais. Tem gente no Julia precisando ser entubado e não tem lugar. Queremos que a população entenda que estamos em uma situação difícil e que ninguém tem respostas na ponta da língua e 100% corretas. Estamos tentando com a ajuda dos técnicos, médicos e cientistas fazer o melhor possível. O momento é de dar um passo atrás. Não ficamos felizes de ver estabelecimentos se fecharem e pessoas ficarem sem trabalhar. Nenhum prefeito quer isso. O nosso compromisso é proteger as pessoas”. 

A Secretaria de Saúde já está em negociação com o Codevar, consórcio regional, e FNP (Frente Nacional de Prefeitos) no sentido de buscar alternativas para agilizar a imunização da população de Bebedouro. 

Até o momento, Bebedouro recebeu mais de 10 mil vacinas, 6.858 receberam a primeira dose e 3.465 já estão imunizados com as duas doses. “É nosso dever fazer gestão, e cobrar do Estado para que a nossa Regional de Saúde receba as vacinas o mais rápido possível. Nossa equipe de saúde está sendo fantástica. Organização impecável e muita rapidez na aplicação. Mas precisamos de mais vacinas. Já demonstramos nosso interesse na compra e temos duas opções de consórcios, uma regional e outra nacional. Vamos comprar do que entregar as vacinas primeiro. Mas ainda é cedo para relaxar. Os hospitais do Brasil estão lotados e vivemos a pior fase da pandemia. A Prefeitura luta por vacinas e precisamos que a população faça a sua parte. Saia de casa apenas para trabalhar, lave sempre as mãos, use máscara e álcool gel. Juntos, vamos vencer essa batalha. Vamos evitar de ficar politizando as coisas. Esquece quem gosta do A, B e C porque entrar nessa briga todo mundo perde. Temos que evitar mortes. E continuar rezando e se cuidando”, diz o prefeito Lucas Seren.  

Próximas vacinas - A Secretaria de Saúde irá imunizar 790 idosos de 75 e 76 anos, com doses do Butantan/Coronavac. A ação acontece no Sambódromo Municipal, das 8h às 11h e foi dividida em dois dias. 

Na segunda (15), 76 anos, e terça-feira, 75 anos. Ambas no Sambódromo, via drive-thru. A partir de terça (16), 76 anos nos Postos de Saúde, e de 75 na quarta-feira (17) nos Postos de Saúde. 

Após a conclusão desta remessa, a campanha avançará para idosos a partir de 74 anos. O cronograma será divulgado conforme a chegada das vacinas.

 

Natural de Pitangueiras (SP), José Martins da Silva Júnior, 80 anos, conhecido como “Zeca Canela”, recebeu o diagnóstico de mal de Parkinson há mais de 20 anos. Sendo que há 10 anos dedica-se a pintura.

Ele contou que após passar por vários médicos por causa de tonturas, finalmente um neurologista diagnosticou a doença. Já atuou como radialista, bancário, comerciante, pintor de placas, assessor de Imprensa, vereador, secretário de Esportes e Saúde. E afirmou que cada pessoa deve procurar o que lhe dá mais prazer para preencher os sentimentos. 

Ainda agradeceu a Folha da Cidade, na qual retribuímos na nossa gratidão. Interessados em estabelecer parcerias para exposições ou fazer aquisições de quadros. Zeca Canela, (16) 98854-9515 e Rafael Tárrega, (16) 98831-8343. Leia mais na Folha da Cidade

Com a pandemia, o abre e fecha de acordo com as mudanças de fases vem provocando prejuízos aos clientes e profissionais da Educação Física em academias, entre outras vertentes de atuação de área. 

A nossa reportagem conversou com Rafael Alonso, que está há 9 anos no ramo, no qual atua na cidade. O bacharel em Educação Física tem especializações em Medicina do Esporte e da Atividade Física em Fisiologia do Exercício, além de ter certificado em Treinamento do Força e Condicionamento Funcional - CFSC (Certified Functional Strength Coach, pelo Mike Boyle Strength and Conditioning - Boston).

O prefeito Lucas Seren afirmou estar conversando com profissionais da área para que as atividades retornem nas academias desde que a prevenção seja levada em conta para conter qualquer tipo de contaminação. Leia mais na Folha da Cidade

Em razão do Dia Nacional dos Animais, anualmente em 14 de março, e da vinda do Abril Laranja, campanha que abrange a prevenção contra os maus tratos. A nossa reportagem conversou com as protetoras de Bebedouro, Débora Bonafim e Rosana Guerra. 

Elas comentaram a relevância da posse responsável. “A posse responsável é o início de tudo. É através da responsabilidade do tutor com o animalzinho que eliminaremos qualquer problema futuro como abandono, crias, doenças e maus tratos em geral. Afinal, ninguém é obrigado a ter um animal de estimação, se tiver tem que ao menos cuidar dignamente com cuidado e amor”.

Principais desafios da causa e das próprias protetoras na cidade.  E o que presenciam de inadmissível. “O principal desafio da causa é sempre o abrigo. Resgate, atendimento veterinário, alimentação são importantes e bastante difíceis também, porém com campanhas e ajuda conseguimos. Depois de curado, começa a luta para conseguir adoção, lar temporário ou abrigo adequado para cada caso. Já presenciamos de tudo um pouco, infelizmente. O mais inadmissível é ver animais passando fome ou sendo maltratados de outras formas dentro de uma casa”. Leia mais na Folha da Cidade

FCTV Web

Clima Bebedouro