O radialista Paulo Sérgio Costa faleceu na noite de quinta-feira (17), sendo vítima de um infarto. Ele atuou nas Rádios Bebedouro, Nova, e recentemente na Caminho Seguro, onde apresentou o Caminho Seguro Notícias. 

A Folha deseja externa seus sentimentos aos familiares e amigos. O coordenador da Rádio Caminho Seguro, Marcelo Souza, “Marcelinho fez suas considerações. “Sempre respeitou e foi uma pessoa bacana com a gente. Foi um presente de Deus. Sempre ajudou e teve carinho aqui pela Comunidade. Uma pessoa responsável que fez jornalismo parcial. Nunca ficou criticando as pessoas no ar. Deu oportunidade para as pessoas falarem na rádio, e fazendo um programa educacional. E também informando as notícias. Cara comunicador e bem alegre. Um cara de Deus. Valeu apena ter ele aqui conosco”. 

Documento direcionado por munícipes ao presidente Jorge Cardoso (DEM), no qual o mesmo esclareceu não ser necessário assinar, solicita a criação de uma CPI para apurar e investigar as responsabilidades relacionadas a saúde pública, por parte do Município e Associação Mahatma Gandhi, que fazem respectivamente a gestão do Hospital Municipal Julia Pinto Caldeira e UPA

Os demais vereadores assinaram o documento que foi protocolado. As razões envolvem falta de profissionais, medicamentos, demora nos atendimentos, valores relacionados a Covid, entre outros. 

Requerimento de CPI não precisa de aprovação do Plenário, no qual o mesmo está previsto para ser lido na sessão da próxima segunda-feira (14). Ocasião em que haverá sorteio para definir a comissão responsável.

Após requerimento aprovado de autoria do vereador Vagner Castro Souza (PSB). O gestor técnico da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Hospital Municipal Julia Pinto Caldeira, Giovani de Carvalho Silva após convocação compareceu na sessão de segunda-feira (7). 

Segundo Vagner, a finalidade foi para prestar esclarecimentos sobre a atual situação da  UPA, por causa das constantes denúncias feitas pelos munícipes, bem como responder a quais outras indagações atinentes à questão, que os vereadores julgassem necessárias. Ele perguntou o dia do pagamento dos funcionários; se o repasse foi realizado pela Prefeitura e o pagamento; porque não é paga insalubridade para os funcionários da UPA, sendo que uma lei que rege; como é feita a triagem dos médicos contratados, entre outras perguntas. 

Eliana Merchan (DEM) perguntou a média de atendimento mensais na UPA, e se tinha a quantidade de atendidos e salvos pela internação na UPA em tempos de Covid, é se comum enfermeiros e médicos da UPA sofrerem algum tipo de constrangimento na forma em que são tratados pelas pessoas.

Demora no resultado dos exames de Covid, pagamento da OS mais caro do que em Barretos, quantidade de médicos que atendem diariamente na UPA e no gripário foram um dos questionamentos de Tchelão (PDT). Leia mais na Folha da Cidade

A Secretaria Municipal de Saúde imuniza os profissionais da educação básica a partir de 18 anos hoje (12), na antiga Feccib, Jardim Casagrande ao fundo do Estádio Sócrates Stamato. Das 8h às 9h, Ensino infantil I e II; 9h às 10h, Ensino fundamental I e II; 10h às 11h, Ensino médio, conforme programação enviada a Folha da Cidade até o fechamento dessa edição. 

Serão vacinados com a primeira dose da Pfizer, professores, merendeiras, auxiliares, serviços gerais, cuidadores e os que atuam diretamente com os alunos. Os professores e funcionários das escolas públicas e privadas devem apresentar o RG, CPF, QR Code impresso ou no celular, os últimos dois holerites e o cadastro preenchido no https://vacinaja.educacao.sp.gov.br. “Quem não apresentar o QR Code não será vacinado. Por isso, orientamos os profissionais a se cadastrassem o mais rápido possível, já que os dados passam por uma análise prévia e aprovação em São Paulo”, orientou a secretária de Saúde, Silvéria Laredo.

Fake news - A Secretaria Estadual de Saúde esclareceu em rede social que é falsa a conta no Instagram supostamente vinculada à Secretaria de Estado da Saúde de SP. “O perfil fake possui em sua página o link com o perfil oficial da Saúde SP na plataforma no intuito de confundir o internauta, e tem abordado pessoas via direct para coletar dados pessoais para o pré-cadastro da vacina contra a Covid-19”, observou a Secretaria Estadual. 

Procedimento correto - O pré-cadastro para vacinação no estado de SP é feito de forma gratuita pela plataforma Vacina Já, www.vacinaja.sp.gov.br. “Todas as pastas vinculadas ao Governo SP possuem o selo de verificação indicando que o perfil é oficial. Nenhuma pasta vinculada ao Governo de SP aborda pessoas via Direct/Inbox, para coletar dados pessoais. Se você recebeu alguma mensagem na sua caixa de algum perfil vinculado ao Governo de SP, desconfie e nunca passe seus dados pessoais. Para se informar, consulte sempre os canais oficiais do Governo de São Paulo”.

Antecipação prevista - O Governo do Estado de São Paulo havia anunciou a previsão de vacinação para todos os adultos paulistas. As datas serão confirmadas conforme a chegada das vacinas em Bebedouro. 

Segundo o cronograma atual, de 55 a 59 anos, de 16/6 a 6/7; 54, 9 a 19/7; 50 a 53, 20/7 a 3/8; 45 a 49, 4 a 18/8; 40 a 44 anos, 19 a 28/8. 35 a 39, 1 a 7/9; 30 a 34, 8 a 17/9; 25 a 29, 18 a 27/9; 18 a 24 anos, 28/9 a 18/10. 

A imunização abrange a partir de 18 a 59 anos. No qual a previsão no momento é para Julho, dia 1 a 20, 55 a 59 anos; Agosto, 2 a 16, 50 a 54; Setembro, 1 a 10, 40 a 44; 11 a 20, 35 a 39; 21 a 30, 30 a 34; e Outubro, 1 a 10, 25 a 29; 11 a 31, 18 a 24 anos. Para evitar filas e aglomerações. Entre em www.vacinaja.sp.gov.br ou pelo WhatsApp por meio do 11-95220-2923.

Além dos atletas, o trabalho do profissional da medicina esportiva também foi impactado pela pandemia. O médico Tiago Bosco de Souza Elias falou da rotina profissional. 

Tiago afirmou que a rotina dos atletas e dos profissionais da área mudou radicalmente. “Além de muito tempo sem competições oficiais ficamos tentando analisar e fazer um protocolo mais certo para voltar aos jogos. E quando voltou as competições teve muitas lesões musculares devido ao grande tempo de parada. Os protocolos foram importantes para segurarmos o Covid e voltarmos as competições. PCR a cada 72 horas. Teste rápido em todos os participantes do evento. Não apenas jogadores, mas comissão técnica, arbitragem e Imprensa. Todos 10h antes do jogo para poder contato, além do PCR”, diz o médico. Leia mais na Folha da Cidade

Através do presidente Gilmar Feltrin, o Saaeb Ambiental reforça a necessidade de preservar a água, além de orientar sobre a crise hídrica no sentido de incentivar as boas práticas para que o líquido não falte. 

Entre algumas instruções estão fechar bem as torneiras; regular as válvulas de descarga e eliminar vazamentos hídricos; não deixar o chuveiro ligado à toa; escovar os dentes com a torneira fechada; usar o balde e não magueiras para lavar o carro e as calçadas; não jogar lixo em rio, praia, terrenos, bueiros, divulgar e participar de campanhas educativas; e ainda aproveitar a água que sai da máquina no final da lavagem das roupas para ser usada na limpeza das calçadas. 

Gilmar apontou os fatores da crise hídrica. “Principalmente descuido com o Amazonas e também com as correntes marítimas, aquecimento nos oceanos. Isso desfavorece que essas correntes marítimas adentrem a costa e formem as chuvas e com isso cada vez menos precipitação em todo o Brasil. Não temos muito para estar comemorando porque a cada ano que passa, a situação climática fica pior”, afirmou Feltrin. Leia mais na Folha da Cidade

Além das mortes por outras causas que ocorrem diariamente, o crescimento das que são por Covid, no qual os registros superaram 200 óbitos acaba trazendo a necessidade de saber como está a capacidade de sepultamento do Cemitério Municipal São João Batista. 

A diretora de Meio Ambiente, Angela Brunelli informou a nossa reportagem que a estimativa indicando o prazo de esgotamento na ocupação dos jazigos ainda livres é de aproximadamente cinco anos. E disse que estão livres 566 jazigos, sendo utilizados em média 112 novos jazigos por ano. No qual, o restante são sepultados nos jazigos existentes, após a exumação e colocação em caixas ou no ossuário, liberando o jazigo para novos sepultamentos. Conforme a diretora observou até o fechamento dessa matéria, sendo que obviamente os números estão sujeitos a alteração com o passar do tempo.

Ainda ressaltou que parte nova do Cemitério entre a ferrovia e o córrego Bebedouro obteve a Licença na Cetesb com 5962 jazigos, preservando o afastamento da APP, área de Proteção Permanente do Córrego Bebedouro e a distância do lençol freático para evitar a contaminação do mesmo. Leia mais na Folha da Cidade

A Secretaria de Saúde montou uma força-tarefa para atender todos que perderam o “Dia D” da vacinação por idade ou profissão. As equipes vão aplicar a 1ª ou 2ª dose da AstraZeneca, e 1ª da Coronavac na próxima segunda-feira (7), das 08h às 11h, na antiga Feccib.  

Para quem perdeu a vacina, a inciativa abrange profissionais de saúde; educação básica a partir de 47 anos; pessoas com comorbidades, de 30 a 59 anos; deficientes que recebem o BPC, de 30 a 59 anos; e idosos a partir de 60 anos, sendo a AstraZeneca. Gestantes com comorbidades a partir dos 18 anos serão a 1ª dose.

A secretária de Saúde, Silvéria Larêdo disse que não é pelo fato de ter sido vacinado que já está imunizado e pode tirar a máscara, e fazer festa. Sendo necessário a população retomar os cuidados nas ações preventivas. Leia mais na Folha da Cidade

A notícia de que um paciente se evadiu do Hospital Estadual no último final de semana, não procede, segundo observou o Hospital de Amor, por meio da sua Assessoria de Imprensa. 

A Folha da Cidade obteve informação de que o fato ocorreu pela UPA no Hospital Municipal. Giovani de Carvalho Silva, gestor técnico na UPA foi procurado pela nossa reportagem, a respeito da indignação da munícipe Emanuelle Bernardes Garcia, que em rede social afirmou que o seu tio estava internado por covid, no qual deu entrada em 25 de maio por conta de uma parada respiratória, e que a família tentou obter respostas, porém, sem sucesso. No qual após muita insistência a sua tia soube que no último dia 28, ele estava saturando bem. E aguardando uma vaga para a UTI no sentido de ser melhor monitorado devido ao quadro estável, conforme relatou a sobrinha.  

Porém, no dia 29, Emanuelle ressaltou que seu tio fugiu do hospital. “De sonda, de cueca pegou carona no caminho, onde conseguiu chegar em casa passando muito mal, e alegando maus tratos, dizendo que estava no corredor em meio a pessoas mortas, e disse que se não fugisse ele seria o próximo. Vamos acordar pessoal, olha o mundo em que estamos vivendo onde vidas valem menos que lixo. Cadê a ética meu Deus, o respeito, o amor, o cuidado, a responsabilidade? Um paciente fugiu de cueca e sonda, não chama a atenção de ninguém? Queremos respostas. Prefeitura de Bebedouro”, concluiu Emanuelle em rede social, na qual não conseguimos localizá-la até o fechamento dessa matéria. O espaço está aberto para ela se manifestar, caso desejar. 

Apresentamos a situação para Giovani, o mesmo apenas relatou que Erica Pereira da Silva, evadiu-se sem alta médica na tarde de domingo (29). Ao saber de mais um caso, aproveitamos para perguntar a respeito das duas situações e se alguma providência foi ou será tomada pelo Hospital, e não obtivemos a devida resposta. Sendo que tentamos vários contatos. 

Assim como qualquer segmento, o jornalismo trabalha com prazo para apresentar resultados. A nossa reportagem sempre deixa as partes cientes sobre o objetivo da matéria, andamento e fechamento da edição, e pela internet ou pessoalmente sempre se coloca à disposição, de acordo com as condições em questão a respeito de qualquer assunto. Por outro lado, aprendemos a encarar a busca pela informação igual a demonstração de afeto, ou seja, não compensa mendigar. Após um limite de contatos por telefonemas, mensagens ou até pessoalmente, se for caso. Entendemos que vai de cada pessoa poder e querer dá informação ou não. 

Após denúncia feita ao Ministério Público pelo vereador Chanel (SDD), que considerou suspeita a contratação da Funjab - Fundação José Arthur Boiteux de Santa Catarina pelo valor de R$ 1.399.000,00 devido a dispensa de Licitação feita pela Prefeitura. A Promotoria de Justiça de Bebedouro abriu inquérito civil para apurar a situação. Fato que obrigou o município a suspender o contrato. 

Outra apuração em questão é saber a respeito da regularidade da contratação de a Easy Consig Soluções e Tecnologia Ltda ceder o uso gratuito de software de gestão à Prefeitura, na qual supostamente teria ligação com a Funjab. Em 24 de março de 2021 a Prefeitura tornou pública a dispensa de Licitação para contratação dessa Fundação pelo período de um ano. Leia mais na Folha da Cidade

FCTV Web

Clima Bebedouro
Block [footer] not found!