Atendimento da UPA repercute na Câmara

Após requerimento aprovado de autoria do vereador Vagner Castro Souza (PSB). O gestor técnico da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Hospital Municipal Julia Pinto Caldeira, Giovani de Carvalho Silva após convocação compareceu na sessão de segunda-feira (7). 

Segundo Vagner, a finalidade foi para prestar esclarecimentos sobre a atual situação da  UPA, por causa das constantes denúncias feitas pelos munícipes, bem como responder a quais outras indagações atinentes à questão, que os vereadores julgassem necessárias. Ele perguntou o dia do pagamento dos funcionários; se o repasse foi realizado pela Prefeitura e o pagamento; porque não é paga insalubridade para os funcionários da UPA, sendo que uma lei que rege; como é feita a triagem dos médicos contratados, entre outras perguntas. 

Eliana Merchan (DEM) perguntou a média de atendimento mensais na UPA, e se tinha a quantidade de atendidos e salvos pela internação na UPA em tempos de Covid, é se comum enfermeiros e médicos da UPA sofrerem algum tipo de constrangimento na forma em que são tratados pelas pessoas.

Demora no resultado dos exames de Covid, pagamento da OS mais caro do que em Barretos, quantidade de médicos que atendem diariamente na UPA e no gripário foram um dos questionamentos de Tchelão (PDT). Leia mais na Folha da Cidade

FCTV Web

Clima Bebedouro