O Imesb (Instituto Municipal de Ensino Superior de Bebedouro “Victório Cardassi”), em parceria com a Receita Federal, oficializou o NAF (Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal) em solenidade na quinta-feira (19), no anfiteatro da faculdade. O evento contou com a presença da diretora Damaris Cunha de Godoy, do professor Luís Antônio Nogueira, coordenador do curso de Ciências Contábeis, do professor Adalberto Cesario da Hora, que vai coordenar o NAF no Imesb, do delegado da Receita Federal do Brasil em Ribeirão Preto, Glauco Peter Alvarez Guimarães, do delegado adjunto da Receita Federal do Brasil em Ribeirão Preto, Armando Vicente Medeiros Borges, e de Marcelo Pereira, da Unidade da Receita Federal em Bebedouro. A iniciativa é um projeto permanente que tem como finalidade a prestação de assistência contábil e fiscal a população de baixa renda, e as instituições assistências sem fins lucrativos. Sendo que por meio do NAF, alunos e professores do curso de Ciências Contábeis realizam atendimento gratuito à população. O NAF vai funcionar a partir de novembro de segunda, quarta e sexta-feira das 14h às 17h, na sala 8 do Imesb. Leia mais na Folha da Cidade

A Prefeitura por meio do DMS (Departamento Municipal de Saúde), em parceria com o CIES (Comissão de Integração Ensino e Serviço) da RRAS13 – Rede Regional de Assistência à Saúde, realizou recentemente, a 2ª etapa do projeto “O processo de reforço da atenção básica no município”. O evento reuniu cerca de 200 funcionários municipais e foi realizado no Imesb (Instituto Municipal de Ensino Superior de Bebedouro). A palestra foi realizada por meio de diálogos e dinâmicas em grupo, trabalhando os temas “Organização do processo de trabalho na unidade- território, trabalho em equipe e utilizar as normas e protocolos de assistência”, “Organização sistêmica da rede de serviços- reconhecer os pontos de atenção, articulação entre os pontos de atenção e monitorar o fluxo do usuário na rede”. Leia mais na Folha da Cidade

Em virtude do período de alta temperatura, é comum encontrar pessoas que procuram nadar e se refrescar em locais inadequados, na qual não avaliam os fatores de riscos, e consequentemente acabam perdendo a vida. Sendo que ultimamente noticiamos alguns óbitos de afogamento. Inclusive na página 10 dessa edição divulgamos mais um fato. Para falar a respeito dessa situação, a nossa reportagem conversou com o subtenente do Corpo de Bombeiros de Bebedouro, Mario Pereira Gomes Filho. Ele salientou que qualquer pessoa pode ser vítima de afogamento. Independente de idade e local. E que os grandes problemas que se tem com afogamento são com as pessoas que falam que sabe nadar, mas que ignoram cansaço, câimbra, bebida alcoólica, e comida, na qual vai tentar atravessar e acaba afundando. Leia mais na Folha da Cidade

Um homicídio em decorrência de intervenção policial ocorreu na noite de quinta-feira (12). Segundo boletim de ocorrência, o fato aconteceu na Rua Canadá no Jardim São João, no qual durante patrulhamento a Polícia Militar avistou dois indivíduos em atitude suspeita dentro de um carro. Sendo que não foi obedecida a ordem de parada. Conforme o registro policial, a vítima foi Vinícius Paulo Gomes, 24 anos, solteiro, e autônomo. Era natural de Monte Azul Paulista. Filho de Paulo Sergio Gomes e Eva Batista S.Gomes, e residia na Rua Helio Sid Botasso, no Residencial Pedro Paschoal. Leia mais na Folha da Cidade

Em 2018 os moradores dos bairros Jardim Marajá e Jardim Júlia de Bebedouro terão uma nova e melhor iluminação pública nas ruas. A confirmação foi feita pelo deputado federal Paulinho da Força ao vereador Tota, ambos do Solidariedade durante um encontro recente em Brasília. O anúncio foi feito logo após o vereador ter entregue ao deputado um ofício com a solicitação de R$ 330 mil para investimentos na iluminação destes dois bairros, que estão situados na zona oeste de Bebedouro. Na opinião de Tota, além de melhorar o conforto e o bem-estar dos moradores, o investimento também proporcionará uma maior sensação de segurança. Na sua avaliação, a precária iluminação preocupa a todos há vários anos. O responsável pela Divisão de Engenharia Elétrica da Prefeitura, José Paulo Rossanezi informou que as luminárias serão de LED, e que contempla 41 pontos de iluminação no Jardim Julia e 104 no Jardim Marajá, sendo praticamente os pioneiros nesse tipo de iluminação na cidade. Leia mais na Folha da Cidade

A partir das 19h de 31 de outubro, a Polícia Militar vai realizar uma audiência pública na Câmara com a comunidade bebedourense, segundo nota enviada pela seção de Comunicação Social. De acordo com o capitão Flávio Mira D’Arbo, a comunidade terá a oportunidade de conhecer as competências e limitações relacionadas ao expediente da equipe. Sendo que os resultados dos trabalhos como os índices criminais, as estatísticas dos delitos, e como está o comportamento criminal serão apresentados no evento. O militar convida a população e afirmou que sugestões serão bem vindas, e posteriormente analisadas para ver a viabilidade se serem aplicadas durante as prestações de serviços a população ou não. Leia mais na Folha da Cidade

Na tarde de terça-feira (10), aconteceu a assinatura da escritura de compra e venda do grupo Citricultores Arnaldo Marques Caldeira, para a Agropecuária Sete Léguas S/A- Grupo Ralston. A assinatura foi no prédio onde será instalada a empresa, localizado na Rua Cândido Procópio Oliveira, 651, Distrito Industrial I. O presidente do grupo, Arnaldo Marques Caldeira Filho, lembrou que o prédio foi comprado no ano de 1986, que na época possuía cerca de 200 sócios e atualmente contam com aproximadamente 30. “Essa oportunidade de vender o prédio surgiu no momento certo, unindo a necessidade de ambos, e tenho certeza que beneficiará a cidade”. Leia mais na Folha da Cidade

Na manhã de terça-feira (10), o Caecc - Centro Espírita “Do Calvário ao Céu”, através do projeto “Tecendo Caminhos” convidou o promotor de Justiça da Infância e da Juventude do Distrito Federal, Renato Barão Varalda, que é de Bebedouro, no qual em sua palestra discerniu sobre Ética, Corrupção, Indisciplina Escolar e Ato Infracional. Na oportunidade, o promotor apresentou o projeto “O que você tem a ver com a corrupção?”. O evento também foi uma realização da Rede Criança e Adolescente de Bebedouro, que tem a coordenação de Lucimara Lopes. E contou com a presença de lideranças ligadas ao poder judiciário, político e do terceiro setor do município. Para o promotor, os pequenos atos de corrupção faz com que a população tolere os grandes atos de corrupção. Leia mais na Folha da Cidade

Em cumprimento ao Decreto Legislativo 490, de 5 de setembro de 2016, de autoria do vereador Paulo Bola (PMDB), a Câmara promoveu na noite de quarta-feira (11), , sessão solene para a concessão do título de Personalidade Ilustre ao padre Paulo Fernando Miki. Natural de Taiaçu, Paulo Miki ingressou no seminário menor da congregação dos missionários Claretianos, em Rio Claro, no ano de 1982, onde fez o 2º grau. Após o noviciado em Campinas, fez os primeiros votos na congregação claretiana. Cursou filosofia em Batatais, nos anos de 1986 a 1988. Iniciou o curso de teologia em Curitiba. Neste período, recebeu os ministérios em 15 de março de 1992 e diaconato pelas mãos de Dom Pedro Fedalto, arcebispo de Curitiba, no dia 13 de dezembro de 1992. Concluiu teologia no ano de 1993, em São Paulo no Instituto Salesiano PIO XI. Sua ordenação sacerdotal se deu no dia 29 de janeiro de 1994, em Taiaçu. O bispo ordenante foi dom Eugênio Perez. A primeira missa realizou-se no dia seguinte (30/11/1994), também em Taiaçu. Lei mais na Folha da Cidade

Em alusão a expansão mundial do Outubro Rosa, que trabalha na prevenção do câncer de mama através do diagnóstico precoce. A Folha da Cidade incentiva à causa, sendo que a nossa reportagem conversou com o médico Tiago Elias sobre o assunto. Ele disse que o Outubro Rosa foi uma campanha instituída nos Estados Unidos por volta dos anos 90, e tem como objetivo conscientizar a população feminina da importância de se realizar a mamografia a partir dos 40 anos. Para Tiago, o Outubro Rosa veio para consolidar a ideia de que a prevenção é o melhor tratamento. E orientou procurar não fazer esse exame no período menstrual que a mama fica mais sensível, e que isso dá um pouco mais de dor. Do contrário não tem restrição alguma. Leia mais na Folha da Cidade

FCTV Web