A partir do dia 4 de agosto de acordo com a lei 12.009 de 29 de julho de 2009, mototaxistas e motofretistas deverão estar regulamentados para continuarem suas atividades na cidade, pois a partir desse prazo a Polícia Militar iniciará a fiscalização. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Com três anos de ativo funcionamento e grande produção de mudas, copos-tagem e confecção de equipamentos à base de materiais descartados pela sociedade, a Eco Cidade vem se desenvolvendo em Bebedouro, recebendo, no início dessa semana, na Câmara Municipal, a aprovação de um Projeto de Lei que permite no local a construção de duas salas, que além de abrigarem materiais como computadores, TV, retroprojetor, entre outros equipamentos, abrirá as portas da educação ambiental para toda a sociedade, possibilitando que, por meio de instruções simples, qualquer pessoa possa desenvolver as técnicas aprendidas, praticamente eliminando a degradação ambi-ental. O trabalho de capaci-tação, além de envolver profissionais já com formação na área, permitirá a profissio-nalização de novas pessoas, formando ainda mais agentes conscientizadores, buscando a solução para os problemas ligados ao lixo e maus hábitos dos cidadãos. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Por meio de uma Lei de Incentivo do Ministério do Esporte, foi inaugurado na manhã de terça-feira (26), o projeto social "Atletismo Campeão", de autoria do Centro Universitário Unifafibe, que atenderá crianças e adolescentes entre 7 e 12 anos, em situação de vulnerabilidade social.
Os alunos das escolas João Pereira Pinho e José Francisco Paschoal serão atendidos no contraturno dos estudos, e terão o desempenho escolar avaliado no decorrer do projeto. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Há três anos, o caseiro da Agrícola Canale, Adolfo dos Santos, 86 anos, esteve entre a vida e a morte, no barracão que fica na rua Sete de Setembro, centro de Bebedouro. Recentemente, ele procurou a reportagem da Folha da Cidade, e decidiu mostrar a situação degradante do local.
Adolfo diz que o meio ambiente e a vida do próximo não são respeitados. Na intenção de evitar transtornos, ele pede providências para o poder público e população. "Aqui estamos no centro da cidade, é uma vergonha. A Sete de Setembro é rua de movimento, muita gente de fora vê e repara nesses estragos. Alguém precisa zelar, quando tinha o trem era limpinho. A Fepasa saiu e virou um inferno". Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Foram apresentadas na tarde de terça-feira (19), no Tancredão, durante o Congresso Técnico, as diligências das 63 cidades que participarão dos Jogos Regionais, edição que será sediada pela primeira vez em Bebedouro, contando com competições em 23 modalidades, possibilitando que atletas locais se destaquem nas categorias já praticadas e também manifestem interesse em modalidades esportivas ainda não existentes no município.
De acordo com o diretor do DME, Lúcio Mauro dos Santos, a competição auxiliará para que modalidades ainda sem autonomia na cidade consigam visibilidade, facilitando a busca por patrocinadores. Ele afirma que 99% das praças de esporte da cidade já estão prontas, restando apenas ajustes finais, que serão concretizados em curto período, ressaltando que o município está apto para sediar essa competição. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Semelhante a diversas localidades da cidade, até em bairros nobres como o de Nossa Senhora Aparecida, no centro, existe a falta de canaletas, que prejudica o escoamento das águas em dias de chuva, ou quando há a limpeza de quintais, veículos e calçadas.
Em recente sessão ordinária, a vereadora Sebastiana Camargo (DEM), sugeriu providências do Poder Executivo para solucionar problemas existentes no centro da cidade e no res. Pedro Maia. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Um incentivo para a população sair do sedentarismo e prevenir doenças ligadas a esses fatores: é o principal objetivo da instalação da "Academia da Saúde" no Lago Artificial. O projeto é de responsabilidade do Ministério da Saúde e tem como foco contribuir para a promoção da saúde da população a partir da implantação de pólos com infraestrutura, equipamentos e quadro de pessoal qualificado para a orientação de práticas corporais e atividade física e de lazer em espaços públicos, sendo que mais duas dessas academias serão instaladas na região do lago.
Para o diretor do DME, Lúcio Mauro dos Santos, essa concretização é um grande benefício, porque os equipamentos serão utilizados para exercícios leves, complementando atividades como caminhadas e alongamento, pois os aparelhos não possuem pesos, que podem ser contraindicados para alguns. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Após colher 3.200 assinaturas, a pressão do movimento popular "Bebedouro é 10" surtiu o efeito desejado, na sessão de segunda-feira (11), sendo que de forma unânime, foi aprovada a escolha por 11 vereadores na próxima legislatura, ao invés de 15, conforme havia ocorrido em junho de 2011.
A justificativa da Proposta de Emenda à Lei Orgânica do Município 01/2012 explica que o que o objetivo visa apenas readequar à Emenda Constitucional 58, de 23 de setembro de 2009. Até setembro de 2004, o Poder Legis-lativo contava com 17 cadeiras, mas com a edição da resolução 21.702/04 pelo Supremo Tribunal Eleitoral, o número de vereadores foi reduzido para 10, conforme funciona a Câmara atualmente.
Quando a mudança foi aprovada em primeiro turno, no final de maio, tanto para o vereador Tota (PV) como para um dos organizadores da campanha, Mário Gomes de Oliveira Júnior, o fato foi considerado benéfico para o desenvolvimento da democracia na cidade. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Participantes do Conseg de Bebedouro chegaram à conclusão, na noite de terça-feira (12), após uma reunião, de que o melhor caminho para a resolução dos problemas causados com jovens usuários e traficantes de entorpecentes é a realização de uma campanha constante, que enfoque os aspectos negativos do uso e venda das drogas.
As mensagens podem ser passadas ao público em forma de vídeos, apresentados em pontos públicos de grande fluxo de pessoas, como o Lago Artificial, escolas, bairros e igrejas da cidade, formando a consciência desses riscos em crianças e jovens e chocando adultos, que de alguma forma ainda não acreditem que o uso e o tráfico de drogas prejudicam o desenvolvimento pessoal e social. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

Após concorrer uma licitação e vencer a DCN Ltda., a empresa CSJ Construções e Engenharia, de Ribeirão Preto, será a responsável em dar continuidade às obras do Centro Educacional e Esportivo do jd. Santa Terezinha, que fica na Zona Norte da cidade. A empresa vencedora sugeriu R$ 459.650,32, enquanto a adversária estipulou R$ 661.102,51 para a execução do trabalho, e o resultado foi publicado em 7 de junho, no Diário Oficial do Estado de São Paulo.
A retomada da obra está prevista para ocorrer em duas etapas, sendo a primeira com a construção de uma escola, quadra e espaço para música, e em seguida, deverão ser feitos piscina, quiosque, ginásio e pista de caminhada. Leia mais no Jornal Folha da Cidade

FCTV Web

Baterias
grafica
sese
kleber
chc