Apesar de indecisão, comércio abrirá suas portas

Após longo período de negociações entre o Sindicato Patronal do Comércio e Sindicato dos Sincomerciários para definir se o comércio e supermercados abririam suas portas no feriado de hoje (12), quando se comemora o Dia de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, e conjuntamente o Dia das Crianças, chegou-se à conclusão de que os comerciantes que desejarem terão permissão para abrir suas portas para os munícipes.

No entanto, para que isso ocorra, o presidente da Aciab, Jovane Mariano, informou que serão cobrados dos proprietários, para cada funcionário de supermercado, mercado e mercearias, R$ 15, R$ 40 comércios pequenos, R$ 55 empresas médias e R$ 110 no caso de grandes empresas, valores pagos pelos comerciantes que constarão na folha de pagamento da pessoa, 100% do valor da hora extra e um dia de folga, que representa oito horas.

Durante todo o período da manhã e tarde de ontem (11), entramos em contato com o Sindicato dos Comerciários para que pudesse se manifestar sobre o assunto, no entanto, até o fechamento dessa edição, fomos informados de que seus representantes estavam em reunião.

FCTV Web